skip to Main Content

O motivo que nos fez sair de casa: vitamina D – dia 19

Vitamina D - O Que Nos Fez Sair De Casa

A vitamina D é essencial para o bom funcionamento do nosso organismo, sem ela podemos ficar doentes com mais frequência, nos sentir cansaços, ter dor nos ossos e costas; ter dificuldades no processo de cicatrização, até mesmo perda óssea entre outras consequências. Faz alguns dias que tenho pensado sobre essa importância, mas o receio de sair de casa com as crianças e pegar o tal do coronavírus fica como? Não é como se eu fosse levá-los ao parquinho da cidade para brincar para serem contagiados e espalharem o vírus. Não, foi apenas uma volta de 30 minutos ao redor do quarteirão de casa. 

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Catarina estava toda animada, fomos olhando as casas da vizinhança e sonhando com um quintal verde para brincar e correr. A realidade é que vivemos em um apartamento de 50m² e não temos área verde para que as crianças possam brincar livremente. Essa foi nossa alternativa para consumir um pouco sol tão lindo que tem feito esses dias.

Voltamos para casa e as crianças estavam cheias de energia, brincaram de futebol no nosso minúsculo corredor e de esconde-esconde com o pai, enquanto isso eu fazia o almoço e o bolo de laranja para o lanche da tarde.

Nossos almoços tem sido fartos em saladas e a cada dia vejo o quanto eles tornam isso um hábito em seus pratos, ficam contando quantos alimentos diferentes têm quase como se fosse uma disputa. As frutas também fazem parte do cardápio diário aqui em casa, não tem essa de preguiça de comer ou descascar. Melhor comer alimentos do bem para manter a imunidade forte e saudável, esse é o discurso e funciona!

Se tem uma coisa que temos feito nas nossas horas de ócio é jogar UNO. As crianças se divertem muito brincando disso e para quem pensa que a Catarina por ser a menor fica para trás, que nada! Tira até onda quando ganha, sabe certinho a funcionalidade de cada uma das cartas e como fazer para se dar bem na jogada. 

Eu queria que os dias fosse assim calmos e pacatos, mas com duas crianças o que hoje foi assim, amanhã pode ser uma turbulência. Melhor é viver um dia de cada vez para não surtar e para aproveitar melhor o tempo que temos com eles.

Uma coisa que queria ter feito hoje era passar roupa, mas acabei me enrolando e ficam com uma pilha levemente alta para dar conta durante a semana, rs! Mas relaxar também faz parte, né? Quem pensa que quarentena é só redes sociais, comida e filmes está enganado. Acredita que estou com as minhas séries atrasadas? Se não fosse pelo meu devocional de hoje de manhã nem teria lido hoje. 

Já que não de modo geral não é para sair de casa, tenho usufruído desses dias de quarentena para atualizar meu blog, com conteúdos exclusivos. Outro grande motivador é o fato de ter o compromisso do “Diário de uma mãe em quarentena”, o próprio nome já diz: é diário. Procuro me esforçar para finalizar o dia aqui, escrevo os pensamentos e acontecimentos do dia, aquelas coisas que mais refleti e também o que quero melhorar. Um dia de cada vez, assim como não adianta passar o dia inteiro no sol para o corpo absorver Vitamina D, não adianta se preocupar com o amanhã, basta cada dia o seu próprio mal.

Diário de uma mãe em quarentena
1. O dia que parecia que não tinha fim – dia 12
2. A sociedade que não existirá mais – dia 13
3. Uma tempestade em dia de sol — dia 14
4. Nada como um dia após o outro – dia 15
5. Home school: desafio imposto pelo coronavírus – dia 16
6. O renovo de um abraço – dia 17
7. Como dispensar o tédio na quarentena? – dia 18
8. O motivo que nos fez sair de casa: vitamina D – dia 19
9. As dores do ócio na quarentena – dia 20
10. Uma arca chamada casa – dia 21
11. Esperança por dias melhores e a Páscoa – dia 22
12. Tradição que marcou a história da humanidade – dia 23
13. Profundas reflexões ou pirações de uma mãe em quarentena! – dia 24
14. Páscoa em família durante a quarentena – dia 26
15. Segunda-feira nossa de cada semana – dia 27
16. Quando circunstâncias preocupantes invadem a mente – dia 28
17. A loucura virou rotina com o vírus chinês – dia 29
18. 30 dias em quarentena e um novo normal – dia 30
19. As respostas que ninguém tem – dia 31
20. É possível se sentir livre e leve dentro de casa? – dia 32
21. A privação da liberdade não acabou – dia 33
22. Borbulhas – dia 34
23. Vassoura em busca do sindicato – dia 35
24. Aulas práticas de química na maternidade – dia 36
25. Jejum de palavras negativas – dia 37
26. Coisas simples da vida que fazem a diferença – dia 38
27. O olhar da janela: o que ele comunica para você? — dia 39
28. Quarenta dias de um diário de uma mãe em quarentena – dia 40
29. Paciência: a palavra da quarentena – dia 41
30. A brevidade dos nossos dias – dia 42
31. Dias e dias: os altos e baixos da quarentena – dia 44
32. Senhor avestruz e sua cara de paisagem – dia 48
33. Um dia exclusivo para as meninas – dia 53
34. Dia das Mães na quarentena – dia 54
35. Quando a falta de perspectiva bate na porta – dia 55
36. Desistir ou não, eis a questão? – dia 56
37. Detalhes contém um grande significado – dia 57
38. Peço licença para um pequeno desabafo – dia 58
39. Mozart e o poder do foco – dia 59
40. Sessenta dias em quarentena – dia 60

Sábado, 05 de abril de 2020

Back To Top