skip to Main Content

Segunda-feira nossa de cada semana – dia 27

Segunda-feira Nossa De Cada Semana

Segunda-feira nossa de cada semana e começamos naquele agito. Confesso que foi bem difícil acordar e após fazer meus devocionais, voltei dormir no sofá por mais uns quarenta minutos. Dá para acreditar? Não adianta, se eu quero levantar às 5h, eu preciso deitar às 21h. Sim, eu sei que eu durmo com as galinhas, mas assim meu corpo funciona bem e durmo a quantidade necessária para ter energia e disposição no outro dia.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

A rotina durante a semana é a mesma desde que entramos em quarentena. As crianças acordam tomam o shake, enquanto um escova o dente o outro está trocando de roupa e depois sentamos na mesinha para fazer as tarefas da escola. Cauê estava emburrada por algum misterioso e não queria que a irmã sentasse ao lado dele. Como eu não estava afim de comprar uma briga totalmente desnecessária, fomos fazer as atividades escolares dela na sacada, na minha mesa de infância. Já estudei tanto naquela mesinha. 😀

Ela está cada vez mais craque nas letrinhas, antes o J era uma rabisco estranho, agora já é possível ler direitinho. O número dois ainda precisa aperfeiçoar, pois ele fica voando na linha. Essa coisa de home school tem vezes que é nível hard, tem dias que vai no easy. Hoje foi hard e depois foi aliviando. O decreto do governo do estado diz que as aulas só voltarão ao normal a partir do dia 01 de junho, é preciso muita dedicação, paciência, persistência e criatividade para ensiná-los.

E apesar das briguinhas bestas que todos os irmãos vivem, eles se entendem muito bem. São companheiros de brincadeira, de mágica, de bagunça, de guerrinhas, de lanche, de banho e de sono. Esses dias de quarentena nos faz perceber o quanto eles são unidos, cúmplices e se amam.

Nesta segunda-feira nossa de cada semana passaram a tarde toda sentados na sala de estar montando uma casa/loja/jaula juntos, tem dinossauros, uma loja de surfe, policiais e o porco também fazem parte dessa mega construção. Era peça para tudo quanto é lado, que ao fim do dia, guardaram tudo na caixa. Quando começaram a se desentender, mandei o Cauê tomar banho e quando saiu, fui com a Catarina. Assim, “sossegaram o facho”. 

Fico pensando em quantas segundas-feiras ainda viveremos dessa forma. Como será após o período de reclusão e como será a volta. Será que vou me adaptar à antiga rotina? Essa parece funcionar tão bem! Vocês também refletem sobre isso ou estão surtando tanto que não veem a hora de voltar à rotina normal? Compartilha comigo no Instagram, quero saber o que se passa na cabeça de vocês! 😀 

Para começar a segunda-feira com esperança por dias melhores, quero compartilhar uma música que eu gosto muito para quando estou agitada e ansiosa. Desejo que traga paz à sua vida!

Diário de uma mãe em quarentena
1. O dia que parecia que não tinha fim – dia 12
2. A sociedade que não existirá mais – dia 13
3. Uma tempestade em dia de sol — dia 14
4. Nada como um dia após o outro – dia 15
5. Home school: desafio imposto pelo coronavírus – dia 16
6. O renovo de um abraço – dia 17
7. Como dispensar o tédio na quarentena? – dia 18
8. O motivo que nos fez sair de casa: vitamina D – dia 19
9. As dores do ócio na quarentena – dia 20
10. Uma arca chamada casa – dia 21
11. Esperança por dias melhores e a Páscoa – dia 22
12. Tradição que marcou a história da humanidade – dia 23
13. Profundas reflexões ou pirações de uma mãe em quarentena! – dia 24
14. Páscoa em família durante a quarentena – dia 26
15. Segunda-feira nossa de cada semana – dia 27
16. Quando circunstâncias preocupantes invadem a mente – dia 28
17. A loucura virou rotina com o vírus chinês – dia 29
18. 30 dias em quarentena e um novo normal – dia 30
19. As respostas que ninguém tem – dia 31
20. É possível se sentir livre e leve dentro de casa? – dia 32
21. A privação da liberdade não acabou – dia 33
22. Borbulhas – dia 34
23. Vassoura em busca do sindicato – dia 35
24. Aulas práticas de química na maternidade – dia 36
25. Jejum de palavras negativas – dia 37
26. Coisas simples da vida que fazem a diferença – dia 38
27. O olhar da janela: o que ele comunica para você? — dia 39
28. Quarenta dias de um diário de uma mãe em quarentena – dia 40
29. Paciência: a palavra da quarentena – dia 41
30. A brevidade dos nossos dias – dia 42
31. Dias e dias: os altos e baixos da quarentena – dia 44
32. Senhor avestruz e sua cara de paisagem – dia 48
33. Um dia exclusivo para as meninas – dia 53
34. Dia das Mães na quarentena – dia 54
35. Quando a falta de perspectiva bate na porta – dia 55
36. Desistir ou não, eis a questão? – dia 56
37. Detalhes contém um grande significado – dia 57
38. Peço licença para um pequeno desabafo – dia 58
39. Mozart e o poder do foco – dia 59
40. Sessenta dias em quarentena – dia 60

Segunda-feira, 13 de abril de 2020

Back To Top