skip to Main Content

Esperança por dias melhores e a Páscoa – dia 22

Esperança Por Dias Melhores E A Páscoa

A Páscoa está batendo na porta e não podemos negar que mesmo diante da crise mundial ela vai acontecer de toda forma. Nela relembramos —  para aqueles que creem — que Jesus veio ao mundo trazer a libertação e a remissão dos nossos pecados através da sua morte de cruz. Essa data, que é comemorada há séculos, nos traz esperança por dias melhores.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Tenho refletido sobre a “coincidência” desse vírus tão mortal ganhar proporções gigantes no dias que antecedem a Páscoa. Talvez você tenha visto muitas associações e até mesmo pessoas dizem que é o fim dos tempos pregado na Bíblia. Eu acredito que esses dias em quarentena fizeram a humanidade ser transformada.

Ouvimos e lemos notícias que falavam sobre a diminuição da poluição da China, Itália, Espanha e até mesmo no Brasil. Devido ao isolamento várias espécies de animais são registradas “invadindo” as cidades ao redor do mundo. Espécies como cabras selvagens, cavalos, ovelhas, javalis, macacos buscam comida nas regiões naturalmente habitadas por seres humanos que não estão circulando nas ruas. É no mínimo curioso!

A reclusão nos trouxe para mais perto das pessoas que amamos e nos tornou preocupados com os idosos de uma forma diferente: criamos consciência da fragilidade de sua saúde. Sim, haverá milhares de consequências comerciais, não tenho dúvida disso até porque ao redor de mim já percebo alguns indícios. Comentei aqui no blog que no domingo procuro ligar para meu avô, moramos longe e tenho a percepção que ele já está numa idade avançada. Antes nunca tinha pensado que poderia me conectar com ele através de uma ligação e não apenas com visitas. Cada ligação é uma alegria, meus filhos têm a oportunidade de conversar com ele também. 

A esperança por dias melhores também é renovada quando desaceleramos e valorizamos as relações pessoais que temos. Quantos pais gostariam de ter mais tempo com seus filhos e agora tem oportunidade de ensiná-los em casa. A grande sacada do home school é que podemos ir além e ensinar o conteúdo segundo nossos valores. Eu sei que é um tremendo desafio, tanto que esses dias postei no diário sobre isso. 

Confesso que fico muito orgulhosa do meu filho mais velho que tem suas aulas virtuais e procura se aplicar no estudo. Quando eu não entendo a tarefa, peço para que ele me explique e vamos juntos construindo o pensamento sobre aquele conteúdo. A ideia não dar as respostas prontas e sim instigar o pensamento e a compreensão. 

Eu estou lendo o livro Ah, se eu soubesse! do Gary Chapman e Shannon Warden e em dos capítulos ele aborda sobre as linguagens do amor e que todos temos uma das cinco linguagens propostas pelo livro As cinco linguagens do amor (se você ainda não leu esse, é disruptivo, leia com urgência!). No meu livro atual ele relembra embora nós amemos nossos filhos nem sempre eles compreendem que nós os amamos. Além disso ressaltou como é importante ter tempo de qualidade para cada um dos filhos de forma individual, só quem tem dois ou mais filhos sabe a loucura que é a rotina. Dedicar tempo com exclusividade faz diferença e fortalece o elo entre mãe e filho, pai e filho. Por isso, hoje pela manhã fui correr na rua com o Cauê, quer dizer esse foi um dos motivos, o outro foi fazer ele gastar energia de um menino de 10 anos que está “preso” no apartamento há 22 dias. O clima estava bem ameno, típico do outono, nem cheguei a suar, mas f08oram trinta minutinhos que pudemos conversar, correr, observar e caminhar e no fim, rendeu até um calo no dedão dele. Essas crianças de apartamento, rs! 

A Páscoa é uma data muito especial para mim, sempre celebrei esse momento na igreja. Esse ano será diferente. Quem sabe nossa família crie uma nova tradição? É bom quando podemos ver oportunidades em meio às crises. Desejo a esperança por dias melhores se renove com a presença de Cristo que no seu coração e no de sua família.

Diário de uma mãe em quarentena
1. O dia que parecia que não tinha fim – dia 12
2. A sociedade que não existirá mais – dia 13
3. Uma tempestade em dia de sol — dia 14
4. Nada como um dia após o outro – dia 15
5. Home school: desafio imposto pelo coronavírus – dia 16
6. O renovo de um abraço – dia 17
7. Como dispensar o tédio na quarentena? – dia 18
8. O motivo que nos fez sair de casa: vitamina D – dia 19
9. As dores do ócio na quarentena – dia 20
10. Uma arca chamada casa – dia 21
11. Esperança por dias melhores e a Páscoa – dia 22
12. Tradição que marcou a história da humanidade – dia 23
13. Profundas reflexões ou pirações de uma mãe em quarentena! – dia 24
14. Páscoa em família durante a quarentena – dia 26
15. Segunda-feira nossa de cada semana – dia 27
16. Quando circunstâncias preocupantes invadem a mente – dia 28
17. A loucura virou rotina com o vírus chinês – dia 29
18. 30 dias em quarentena e um novo normal – dia 30
19. As respostas que ninguém tem – dia 31
20. É possível se sentir livre e leve dentro de casa? – dia 32
21. A privação da liberdade não acabou – dia 33
22. Borbulhas – dia 34
23. Vassoura em busca do sindicato – dia 35
24. Aulas práticas de química na maternidade – dia 36
25. Jejum de palavras negativas – dia 37
26. Coisas simples da vida que fazem a diferença – dia 38
27. O olhar da janela: o que ele comunica para você? — dia 39
28. Quarenta dias de um diário de uma mãe em quarentena – dia 40
29. Paciência: a palavra da quarentena – dia 41
30. A brevidade dos nossos dias – dia 42
31. Dias e dias: os altos e baixos da quarentena – dia 44
32. Senhor avestruz e sua cara de paisagem – dia 48
33. Um dia exclusivo para as meninas – dia 53
34. Dia das Mães na quarentena – dia 54
35. Quando a falta de perspectiva bate na porta – dia 55
36. Desistir ou não, eis a questão? – dia 56
37. Detalhes contém um grande significado – dia 57
38. Peço licença para um pequeno desabafo – dia 58
39. Mozart e o poder do foco – dia 59
40. Sessenta dias em quarentena – dia 60

Quarta-feira, 08 de abril de 2020

Back To Top