skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Desistir ou não, eis a questão? – dia 56

Desistir Ou Não, Eis A Questão? – Dia 56

Eu tinha conseguido criar uma rotina nessa quarentena e ela funcionava super bem para mim e para minha família. Mas em algum ponto nesses dias eu me perdi e confesso que tenho vontade de desistir. Não sei se foi a chegada da frente fria e da chuva, não sei se foi o horário, mudança da estação, o excesso de trabalho, o desejo de manter o diário sempre atualizado ou se foi a minha falta de disciplina e organização. Não tenho acordado no meu horário de sempre. 

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Acordar às 5 da manhã era algo importante na minha rotina, algo que carregava minhas energias e agora me sinto cada vez mais cansada, sem paciência e muito, muito frustrada. Porque no dia a dia são tantas coisas para resolver, pensar, planejar, criar, fazer e no fim é preciso dar conta de tudo, esse era o único momento que era exclusivamente meu. Pode até soar egoísta isso, mas durante todo o tempo passo em função dos filhos, marido, casa e trabalho. ´|E tão difícil termos tempo para nós mesmas, chega ao ponto de ter que acordar uma hora mais cedo, antes de todo mundo para ter esse momento de silêncio, leitura e introspecção. Dedicar aquela uma horinha faz toda diferença para mim, me sinto mais em paz com a vida e com o mundo. 

Não sei como, quando e nem com que frequência, mas espero reorganizar e voltar à rotina que tanto me faz bem e funcionava. Estou até pensando em reler O milagre da manhã, do Hal Erold para ver se me dá uma reanimada, foi ele quem começou tudo, quem sabe reacenda a chama. 😆 Por me sentir meio perdida no horário que era ideal para mim já pensei em desistir sabe, contudo, ainda não desliguei o despertador porque não é o meu desejo jogar a toalha. Reconheço a importância e quero persistir, mas confesso que tem sido bem difícil. Cada dia que o relógio desperta e desligo, me frustro… Mas vai passar! 🤞🙌

Penso que se é algo tão importante para mim, desistir disso é desistir de mim mesma 🤔

 

Post Series: Diário de uma mãe em quarentena

Terça-feira, 12 de maio de 2020

Back To Top