gravida 01

Oiii…

 

Gravidinha é uma pessoa curiosa né… Ontem postei sobre como os hormônios trabalham no corpo preparando-o para  o desenvolvimento até o nascimento do bebê. Mas se não bastasse isso, fiquei interessada em saber quais são essas transformações, ou seja, a evolução do corpo desde a concepção até a hora em que a mãe tem a oportunidade de segurar seu filho, pela primeira vez, nos seus braços.

 

Então vamos lá:

 

  • O PRIMEIRO TRIMESTRE

Os trimestres são um meio conveniente de medir a gravidez. Entretanto , eles têm durações desiguais, e o terceiro trimestre varia de acordo com o tempo total da gravidez. O corpo da mulher faz um grande esforça durante o primeiro trimestre (1-12 semanas) para se adaptar ao embrião e à placenta em desenvolvimento.

– A taxa metabólica aumenta em 10-25% , de modo que o corpo acelera todas as suas funções.
– O rítmo cardíaco aumenta e o rítmo respiratório também aumenta à medida que mais oxigênio tem que ser levado ao feto e que mais dióxido de carbono é exalado.
– As fibras musculares do útero ficam , rapidamente maiores e mais grossas, e o útero em expansão tende a pressionar a bexiga, aumentando a vontade de urinar.
– O tamanho e peso dos seios aumentam rapidamente.
– Os seios tornam-se mais sensíveis logo nas primeiras semanas de gravidez.
– Surgem novos ductos lactíferos.
– As auréolas dos seios escurecem, e as glândulas nelas situados, chamadas tubérculos de Montgomery , aumentam em número e tornam-se mais salientes.
– Com o aumento do envio de sangue para os seios, as veias se tornam mais visíveis.

  • O SEGUNDO TRIMESTRE

Vai da 13ª à 28ª semana. No início desse trimestre, o útero em expansão ultrapassa a borda da pelve , o que resulta na perda gradual de cintura.

– A musculatura do trato intestinal relaxa, provocando diminuição das secreções gástricas; a comida fica mais tempo no estômago.
– Há menos evacuação pois o músculo intestinal está mais relaxado que o habitual.
– Os seios podem formigar e ficar doloridos.
– A pigmentação da pele tende a aumentar principalmente em áreas já pigmentadas como sardas, pintas , mamilos.
– Pode aparecer a linea nigra .
– As gengivas podem se tornar um tanto esponjosas devido à ação aumentada das hormônios da gravidez.
– O refluxo do esôfago pode provocar azia, devido ao relaxamento do esfíncter no alto do estômago.
– O coração trabalha duas vezes mais do que o de uma mulher não grávida, e faz circular 6 litros de sangue por minuto.
– O útero precisa de mais 50% de sangue que habitualmente.
– Os rins precisam de mais 25%de sangue do que habitualmente.

 

  • O TERCEIRO TRIMESTRE

Durante este trimestre (da 29ª semana em diante) , o feto em crescimento pressiona e restringe o diafragma. Por isso a mulher grávida respira mais rápida e profundamente, aspirando mais ar com cada inalação, o que aumenta o consumo de oxigênio.

– A taxa de ventilação aumenta cerca de 40% , passando dos 7 litros de ar por minuto da mulher não – grávida para 10 litros por minuto , enquanto o consumo de oxigênio aumenta apenas 20%. A maior sensibilidade das vias respiratórias aos elevados níveis de dióxido de carbono no sangue pode resultar em falta de ar.
– À medida que o feto cresce e o abdome aumenta de tamanho, as costelas inferiores da mulher são empurradas para fora.
– Os ligamentos inclusive da pelve e dos quadris , ficam distendidos, o que pode causar desconforto ao caminhar.
– Mãos e pés inchados , além de causarem desconforto, podem ser um sinal de pré-eclâmpsia.
– Podem ocorrer dores nas costas , causadas pela mudança do centro de gravidade do corpo e por um ligeiro relaxamento das articulações pélvicas .
– Os mamilos podem secretar colostro.
– Aumenta a freqüência e a vontade de urinar.
– Aumenta a necessidade de repousar e dormir.

Cada dia um novo aprendizado! 🙂
Beijos
Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente

Confira também