skip to Main Content

Quanto tempo depois de realizar uma mamoplastia redutora posso engravidar?

Ao pensar em diminuir ou aumentar as mamas, muitas mulheres preocupam-se quando é possível engravidar sem que a intervenção atrapalhe a amamentação. Dessa maneira, respeitar o tempo de recuperação da mamoplastia redutora não interfere na alimentação do bebê.

Anúncio
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais
[newsletter_signup_form id=2]

Cirurgia nas mamas

Por meio de várias técnicas diferentes de mamoplastia – cirurgia plástica nas mamas, pode-se modificar os seios, deixando a paciente satisfeita com seu corpo:

  • Mamoplastia redutora: diminuição e remodelamento das mamas;
  • Mamoplastia de aumento: com silicone, aumenta-se o volume da região;
  • Mastopexia: associado ou não à colocação de prótese, levanta-se seios caídos.

Em uma avaliação com especialista, a paciente recebe as orientações de qual intervenção é mais adequada para atingir suas expectativas. Dentre os tipos de cirurgias, há recursos a fim de assegurar o melhor resultado com o mínimo de marcas.

Anúncio

Os procedimentos visam um efeito natural, além de preservar as glândulas responsáveis de produção de leite para que uma amamentação futura não seja prejudicada. A incisão inframamária, ou seja, abaixo da mama, permite um acesso maior para uma dissecção precisa, sem alterar o tecido mamário.

Uma outra maneira de preservar a região acontece com a incisão axilar, em que o corte nas axilas possibilita ao cirurgião criar um túnel de acesso até as mamas. Esse recurso ainda conta com a vantagem de não deixar as cicatrizes visíveis.

Diferente dos outros procedimentos, a incisão areolar ou periareolar trata-se de fazer um semicírculo em volta da aréola, porém, em alguns casos, os dutos mamários são cortados, podendo diminuir a produção de leite.

Anúncio

Principais preocupações

Durante a gravidez, as mamas ficam maiores, podendo ficar flácidas após o período de lactação. Por isso, muitas mulheres recorrem à cirurgia plástica para solucionar o excesso de pele.

Alterações de peso interferem diretamente no procedimento realizado, principalmente, na mamoplastia redutora. Por isso, deve planejá-la para depois da amamentação ou engravidar depois de seis meses da cirurgia.

Portanto, é muito importante conversar com o especialista para definir qual o momento mais apropriado para realizar a mamoplastia redutora, levando-se em conta o desejo de engravidar ou promover grandes alterações de peso no corpo.

Posso amamentar após a mamoplastia redutora?

O funcionamento das glândulas mamárias só pode ser prejudicado, caso a paciente tenha uma prótese muito grande, capaz de pressionar o tecido de modo a interferir na produção de leite.

Caso contrário, não importa se foi feita uma mamoplastia redutora, o momento de lactação entre mãe e filho não será interrompido por conta do procedimento, já que qualquer um dos métodos preservam o tecido.

Tão importante quanto escolher um profissional credenciado para realizar a cirurgia, seguir as orientações no pós-operatório é fundamental para o sucesso do procedimento e boa cicatrização do corpo, sem prejuízos para o tecido.

O repouso é essencial para que os dutos mamários se regenerem adequadamente, minimizando os riscos de problemas numa amamentação futura.

Anúncio

Se a mamoplastia redutora for indicada para mamas muito grandes, a redução drástica do tecido poderia interferir na produção de leite. Apenas um especialista é indicado para verificar essa possibilidade e propor o protocolo mais adequado.

Anúncio
Back To Top