skip to Main Content

Menstruação e fertilidade: qual a relação?

Com o crescente número de casos de infertilidade registrados atualmente, a preocupação com a fertilidade, condição que depende do funcionamento normal dos sistemas reprodutores feminino e masculino e de diferentes fatores envolvidos nesse processo, tem afligido homens e mulheres.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

De acordo com o médico ginecologista da Clínica Origen de Medicina Reprodutiva, dr. Selmo Geber, o ciclo menstrual é extremamente importante para entender a fertilidade feminina. Segundo o especialista em reprodução assistida, as três fases do ciclo menstrual são: Folicular (ovário) ou proliferativa inicial (sob o aspecto do endométrio); Ovulatória (ovário) ou proliferativa tardia (sob o aspecto do endométrio) e Lútea (ovário) ou secretória (sob o aspecto do endométrio).

“A fase folicular acontece do 1° até aproximadamente o 12° dia, sendo a fase em que ocorre também a menstruação. A fase ovulatória, por sua vez, compreende o meio do ciclo e, como o nome sugere, é quando a ovulação acontece. Por último, a fase lútea, que dura cerca de 14 dias, é a que prepara o útero para a implantação do embrião”, explicou.

O médico destaca que a menstruação, ou período menstrual, é o sangramento vaginal normal, que ocorre como parte do ciclo reprodutivo da mulher, quando o corpo é preparado para a gravidez. “Entre as ações necessárias para o sucesso gestacional, está o espessamento do endométrio, estimulado pelos hormônios sexuais femininos estrogênio e progesterona, fundamental para criar um ambiente adequado à implantação do embrião, evento que marca o início da gestação”, esclareceu.

Ainda segundo Geber, “o endométrio é um tecido altamente vascularizado, rico em vasos sanguíneos e glândulas especializadas. É dividido em duas camadas, a basal, que se liga ao útero e a funcional, que passa por variações”.

O médico explica que quando não há fecundação, a camada funcional do endométrio descama, dando origem à menstruação. “Este sangramento é formado pelas células que se desprendem da camada funcional, misturadas ao sangue dos pequenos vasos, que aumentam em quantidade durante o espessamento do endométrio”, completa.

A primeira menstruação, chamada menarca, normalmente acontece entre os 11 anos e 14 anos. A partir dela, a mulher se torna apta para engravidar. Na menopausa, quando ocorre a última menstruação, aproximadamente aos 50 anos, os ovários entram em falência e já não é mais possível ter filhos. Os períodos menstruais têm a duração de três a cinco dias em ciclos menstruais regulares, de 28 dias. Ou seja, o ciclo menstrual está relacionado diretamente com o período de maior fertilidade da mulher.

“É importante que a mulher acompanhe seu ciclo menstrual e conheça o seu corpo para compreender as datas em que a fertilização pode ocorrer. Se a gravidez não acontecer, é aconselhável que a mulher procure um especialista em Reprodução Humana, que solicitará exames e fará um acompanhamento minucioso e individualizado, dando as orientações necessárias”, finaliza Geber.

Back To Top