skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Cosméticos para grávidas e para mamães – o que pode e o que não pode

Cosméticos Para Grávidas E Para Mamães – O Que Pode E O Que Não Pode

Grávidas não podem usar cosméticos? Descubra o que as mamães podem fazer de cuidados pessoais nessa fase mágica da vida.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

O período de gestação e pós-parto exige uma série de cuidados por parte das mamães, tanto no que diz respeito à alimentação quanto às escolhas de produtos de uso diário. Tem gente que garante que nessa fase o ideal é deixar os cosméticos bem longe do corpo, mas será que é uma restrição absoluta é mesmo necessária? Saiba tudo sobre os cosméticos para as grávidas e para as mamães para continuar com seus rituais de beleza sem deixar de cuidar do seu bebê.

Mamães x Cosméticos

Tudo o que aplicamos em nossa pele é absorvido pelo corpo chegando à corrente sanguínea. Se isso já é impactante em qualquer fase da vida, para as grávidas o cuidado é redobrado, já que componentes dos produtos aplicados na pele podem chegar até o bebê. Além disso, é na gestação que a mulher tem uma série de mudanças no corpo, o que pode ocasionar maior sensibilidade, desencadeando até mesmo processos alérgicos.

Mas não é necessário passar os nove meses totalmente “distante” de cuidados pessoais. Com atenção à escolha dos produtos e orientação do seu médico de confiança, passar um creme antes de dormir ou cuidar dos cabelos não vai causar problemas para o seu bebê. Algumas marcas já contam com produtos específicos para as mamães e os bebês, como o que encontramos no catálogo Natura, que reconhecidamente preza por fórmulas naturais e tem como lema o amor pelo planeta.

Para a gestante é bom se sentir bem consigo mesma nessa fase da vida, mas deve-se ter em mente que, a integridade dela e do bebê é o que há de mais importante na hora de escolher os cosméticos. Alguns produtos contam com substâncias que podem causar má formação no feto, como os ácidos retinoico (ou tretinoína) e glicólico, e esses cosméticos não devem fazer parte da lista cuidados diários de uma gestante.

Como escolher produtos de beleza na gestação?

O mercado de cosméticos teve um bom crescimento nos últimos anos no Brasil, mesmo com a crise que afetou diferentes segmentos. Isso mostra que os consumidores passaram a colocar os cuidados pessoais como uma prioridade e com mais dinheiro entrando, há mais pesquisas na área para desenvolver produto inovadores que sejam mais ecologicamente corretos e menos prejudicial à saúde.

E é nesse sentido que a grávida pode se guiar na hora de escolher seus produtos de beleza. Quanto menos componentes químicos na fórmula, melhor. Já existem sites em que é possível pesquisar determinado elemento presente em um creme, por exemplo, e descobrir qual sua função e o que pode causar no corpo humano.

Mas se você estiver sem tempo para essas buscas aprofundadas, tente optar por produtos que tragam elementos naturais na composição. A natureza brasileira é rica, com plantas que ajudam em tratamentos de beleza. Mas atenção: atualmente, há uma certa tendência e preferência por produtos naturais, o que faz com que muitas marcas produzam cremes e maquiagens com termos que remetem a natureza na embalagem, mas que não condiz com o que o produto realmente é. Não adianta comprar itens com preços promocionais se o conteúdo não for bom de verdade.

E para grávidas que estão em uma gestação de risco, que não podem se movimentar muito, ou para aquelas que gostam de descobrir o mundo pela internet, conheça descontos mesmo sem um folheto impresso. O catálogo Natura que citamos anteriormente, ou catalogo Eudora e outras marcas, apresentam as melhores ofertas totalmente online. Assim, você não precisa ir até uma loja ou encontrar uma revendedora para fazer um pedido, além de evitar o desperdício de recursos naturais como o papel. Nada melhor como ser uma mãe consciente com o que se consome e o que se produz!

Atenção aos rótulos!

Não custa nada lembrar que atenção aos rótulos é fundamental. Leia sempre o que a embalagem diz no verso, não somente nas indicações que aparecem na parte da frente da embalagem. E uma dica: diferente da apresentação de ingredientes em alimentos, os cosméticos não mostram os elementos por ordem do que há em maior quantidade na fórmula. A ANVISA não exige esse tipo de identificação para produtos de beleza.

No final, com a escolha correta de cosméticos, você vai poder aproveitar sua gestação, cuidando de você e do bebê.

Back To Top