skip to Main Content

Como meu filho sobreviveu????

Pela idade o ano que relato é de 1997. Então a coisa não é tão antiga assim concordam? Meu filho tomou LM por apenas 15 dias: sou o tipo de mãe que não tem leite suficiente e logo acaba. Não sofri discriminação e nem fui tratada “diferente” por isso. Hoje não, a mãe que não pode ou mesmo que não quer por opção amamentar é criticada e quase apedrejada. Meu filho não tomou Nan 1 e sim leite de vaca…

Continuar lendo

Não é a mamãe!!!

Oi meninas, estamos vivendo uma nova fase aqui em casa, meu filho definitivamente só ME QUER!

Então fui ler mais a respeito, e achei um texto super legal explicando essa fase de quando o bebê só quer a mãe! Quero compartilhar com vocês… e lembrar a mim e a vocês… MUITA PACIÊNCIA!

As mudanças no vínculo mamãe e bebê

Os nove meses de gestação se passaram, o parto já aconteceu e um novo membro está presente na família. Os primeiros meses transcorrem com cada dia sendo uma nova descoberta, principalmente na relação entre a mamãe e seu bebê.

Com o passar dos meses cria-se um vínculo emocional, e a criança percebe sua mãe fazendo parte dela, como se a figura materna fosse sua continuidade. Podemos dizer que ambas constituem uma só unidade.

Estudos mostram que no intermédio do primeiro e o quinto mês de idade, a relação apresenta-se através da simbiose, ou seja, destacando o desenvolvimento emocional, em que a criança está unida à mãe em uma matriz única e indistinta – uma completando a outra: suprema perfeição. A mãe reconhece à distância o choro de seu bebê, seja este de fome, frio, ou necessidade de trocar a fralda. Ao passo que o bebê conhece todas as características de sua mãe.

Continuar lendo
Back To Top