skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Abelhinha Maya: Os jogos do Mel e 7 lições da animação para as crianças (e adultos!)

Abelhinha Maya: Os Jogos Do Mel E 7 Lições Da Animação Para As Crianças (e Adultos!)

A série A Abelha Maya está disponível na Netflix e foi inspirada em um livro infantil alemão chamado As Aventuras da Abelha Maya, lançado em 1912, pelo escritor Waldemar Bonsels. A animação estreou no cinema no último dia 17 de maio.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Depois do escândalo no ano passado sobre o episódio nº35 que possuía um órgão genital masculino desenhado na árvore como se fosse uma pichação, a Netflix retirou o episódio do ar. Mas confesso que fiquei meio assim de assistir o filme. Pesquisei e não havia nenhuma indicação de cenas subliminares na animação e fui com a Catarina no cinema conferir.

Sinopse da animação

Nesta colina, igual a tantas outras, nasce um dia uma pequena criatura de antenas, cabelo loiro e corpo às riscas pretas e amarelas: a abelha Maia. Aprende a voar e vai crescendo entre brincadeiras e histórias de amizade. Mas, um dia, ouve a notícia do perigo ecoar pela sua colmeia: a geleia real foi roubada e é preciso recuperá-la para salvar a rainha, e Maia decide tomar essa missão.

Lições que a animação Abelha Maya – Jogos de Mel ensinam

1. Você pode ter opinião, mas é preciso saber o momento certo de falar

Maya é uma abelhinha bem atrevida e que tenta solucionar os problemas de sua colmeia como se fosse apenas dela. Tem uma péssima mania, gosta de palpitar achando que sabe o que é melhor.

Então sim, esse é um gancho que podemos aproveitar e conversar com nossos filhos sobre a importância de saber o momento certo de falar. Precisamos ouvir atentamente ao que está acontecendo antes de sair falando, para não colocar ninguém em encrenca.

Nunca despreze a opinião deles. Precisamos estar aberta a novas ideias, e eles sempre saem com algumas que nós nem tínhamos imaginado. Ao ouvir a opinião deles, estão ensinando sobre a importância do ouvir e saber falar na hora certa também! #ficadica

2. Ouvir o seu time

A família é como um time, onde para ganhar é preciso que todos estejam em sincronia. Entender a dor do outro, conhecer as limitações de cada um e contar uns com os outros. Afinal de contas, em um time todos têm direito de explicar o que estão sentindo, dar suas opiniões de rota (de um passeio na praia ou no campo) e depois decidir pelo que é melhor para o time. Sempre juntos!

3. Todos têm um talento

Todos temos talentos. Não somos uns iguais aos outros. Uns cantam, outros tem o dom de serviço, outros já são mais de aconselhar e outros de praticar esportes. Precisamos respeitar a individualidade de cada um para que o time cresça!

Ao longo da vida precisamos de habilidades que nem sempre as possuímos, mas que se estamos em um time unido, há aquele que poderá nos ajudar e estender a mão para prestar auxílio.

4. Todos temos uma fraqueza

Não somos perfeitos. Seu filho não é perfeito. Você não é perfeita! Alguns têm pavio mais curto, outros são enrolados para estarem prontos para sair de casa, já outros não são tão bons em matemática.

Seja lá qual for o seu defeito, aceite-o. Se conseguir fazer algo para torná-lo em um ponto forte, ótimo. Meu marido sempre fala que a perna que ele chuta melhor a direita, contudo, ele sempre treinou a esquerda, para que quando ele precisasse utilizar ela, não fosse uma surpresa e conseguisse fazer o que era necessário para que o time pudesse ganhar.

Conhecer as nossas fraquezas nos torna ainda mais fortes, vigilantes e mais humildes, pois conhecemos nossas limitações.

5. É bom provar coisas novas

Crianças têm um certo receio de provar a novidade, principalmente, quando ela é comida e verde… rsrs. Nós até podemos ser resistíveis às mudanças, mas elas eventualmente acabam acontecendo. E o fato de experimentar uma comida nova, faz com que outras mudanças (mais significativas) sejam melhor assimiladas pelo nosso intelecto e emocional.

Experimentar viajar para um lugar diferente, experimentar uma receita nova, experimentar fazer um esporte que nunca tentou antes.
Precisamos incentivar nossos filhos à provarem coisas novas, mostrando sempre o bom caminho, as boas maneiras, os valores, o bem e o mal, dessa forma, garantindo que eles não caiam em ciladas.

6. Não tenha segredos do seu time

Seu filho precisa ver você como um porto seguro, um lugar que ele sabe que sempre poderá voltar e encontrar descanso, consolo e uma palavra de incentivo.

Construir é extremamente importante, para que quando ele precise confessar alguma coisa, ele saiba que você é o porto seguro dele e que não haverá discriminação sob qualquer coisa que ele falar.

Isso não vai impedir você de corrigi-lo, ele sabe disse, desde que você sempre corrija-o com amor.

7. Assumir seu próprios erros

Uma grande e importante lição que a animação Abelhinha Maya traz para as crianças (e adultos também!): Assuma seus próprios erros. Quantas vezes criamos desculpas, ou colocamos a culpa no outro? As crianças apenas repetem o que aprenderam.

Assuma seus próprios erros, tome o controle da sua vida para você. Ensine isso aos seus filhos e eles serão seres humanos extraordinários.

 

E vocês, já assistiram o filme da Abelha Maya? O que acharam? Deixa seu comentário e se gostou desse texto, compartilha em suas redes sociais também!

Back To Top