skip to Main Content

Saiba o Momento Ideal Para Tirar as Rodinhas da Bicicleta das Crianças

As rodinhas da bicicleta oferecem segurança, e a hora de abrir mão desses acessórios é quase um marco no crescimento das crianças

A bicicleta faz parte da vida de muitas crianças. Além de ser um meio de se locomover, é uma forma também de se exercitar, curtir passeios em família ou até arriscar brincadeiras com os amigos. E como dizem por aí, “a primeira magrela ninguém esquece” e, por isso mesmo, a experiência precisa ser perfeita, porque vai ficar para sempre na memória.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Por isso, os pais precisam tomar alguns cuidados para que não haja nenhum tipo de trauma, seja por medo ou por acidentes. Para isso, vale investir em acessórios de proteção adequados para o tamanho da criança. Assim, mesmo que aconteça algum tombo, o pequeno não vai levar tanto susto com o incidente.

Outro momento marcante da infância é quando tirar as rodinhas de proteção da bicicleta. Para as crianças, isso significa algo muito importante, porque esta simples ação faz com que eles se sintam “grandes”, como adolescentes ou adultos. Para os pais, é um misto de emoção e medo, por saber que o filho está crescendo, e receio de que se machuque. Mas uma dúvida permanente é: como saber a hora certa para tirar as rodinhas?

Pensando nisso, a Styll separou algumas dicas para os pais saberem a hora certa de remover as rodinhas da primeira bike, sem causar nenhum trauma nos pequenos. Confira:

  • Primeira dica: não pressione! Lembre-se que cada criança tem um ritmo diferente de aprendizado!;
  • Confira se a criança tem pleno domínio da bicicleta com Isso inclui saber pedalar, frear na hora certa, fazer curvas e não bater;
  • As primeiras pedaladas sem as rodinhas devem ser em um local plano, para facilitar o equilíbrio da criança e, de preferência, calmo;
  • Opte por uso de tênis ou outro tipo de calçado fechado, para evitar que aberturas enrosquem no pedal, causando o desequilíbrio e à queda;
  • A forma tradicional (e clássica dos filmes) de ensinar a andar sem rodinhas, com um adulto ajudando a segurar a criança enquanto corre ao lado da bicicleta, ainda é uma das maneiras mais fáceis e seguras de encarar essa nova fase. Nesses casos, é importante não segurar no guidão da bicicleta, para não dificultar na condução do veículo;
  • Por mais que os pais estejam com medo do filho se machucar, nunca deixe o próprio medo aparecer. Os pais que devem passar confiança para a criança e incentivar a cada etapa;
  • Cada pedalada, um incentivo: frases para dar ânimo são essenciais, principalmente depois de uma queda;
  • Por fim, lembre-se de tentar se divertir junto com a criança no meio desse processo de aprendizado. Os adultos já aprenderam, na prática, que cair faz parte do processo. Então, na hora (inevitável) de um joelho ralado, limpe e faça um curativo se necessário. E aproveite para fotografar esse momento, será uma bela recordação para quando a criança chegar à fase adulta.

Por Styll Baby

Back To Top