skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Prevenção ao coronavírus: sete maneiras de diminuir o contágio

Prevenção Ao Coronavírus: Sete Maneiras De Diminuir O Contágio

Como a COVID-19 se espalha pelo mundo, há muitas incógnitas. Aqui estão algumas maneiras básicas e fáceis para prevenção ao coronavírus. Se você é pai ou mãe, provavelmente está antenado às notícias sobre o coronavírus (e da doença que ele causa, COVID-19). A doença que se espalhou de forma assustadora pelo mundo todo, e já infectou mais de três milhões de pessoas e há mais de 200 mil casos fatais. (Dados 28/04/2020)

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

É natural que os pais se preocupem, mas, felizmente, os especialistas dizem que a criança provavelmente não vai contrair o coronavírus desde que não seja exposta à doença – e é por isso que o distanciamento social é tão importante. E mesmo que seu filho desenvolva o coronavírus, ele provavelmente não será grave ou pode causar risco de vida. Casos confirmados em crianças tendem a apresentar sintomas leves, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Mesmo assim, é importante estar preparado.

Sete maneiras de prevenção ao coronavírus

Pratique o distanciamento social

O coronavírus é uma doença respiratória como o resfriado ou gripe. Gotas contaminadas de tosses ou espirros podem viajar até um metro e meio e infectar as pessoas entrando nos olhos, nariz ou boca. Novos relatórios também sugerem que a transmissão aérea pode ser possível através da respiração e expiração. Isso é especialmente assustador, considerando que o COVID-19 pode ser assintomático e também pode se espalhar antes que as pessoas apresentem sintomas, de acordo com o CDC. É vital praticar padrões de distanciamento social estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde. Fique a pelo menos um metro e meio de distância dos outros e evite locais com muito tráfego, onde a transmissão é mais provável.

Seja cauteloso em locais públicos

Apesar das ordens de distanciamento social, as pessoas ainda podem sair para fins essenciais, como compras de supermercado. Certifique-se de tomar todas as precauções necessárias. Por exemplo, você pode limpar a alça do carrinho de compras com um pano desinfetante e evitar o contato direto com caixas.

Considere usar uma máscara como forma de prevenção ao coronavírus

Na minha cidade já foi decretado que é essencial sair de máscara para todo e qualquer lugar, mas se na sua cidade ainda não é uma medida, recomendamos. Sempre use uma máscara em público, pois a barreira criada pela máscara pode impedir que as gotículas infectadas contaminem outras pessoas ou que você seja contaminado.

Também é importante usar uma máscara se você estiver em maior risco de casos graves de COVID-19 (por exemplo, se tiver mais de 65 anos ou tiver um sistema imunológico comprometido).

Desinfete sua casa e seus pertences

Talvez você não saiba, mas segundo um estudo de março de 2020 dos cientistas do National Institutes of Health, CDC, UCLA e Princeton University, o coronavírus pode sobreviver por três horas no ar, quatro horas em cobre, 24 horas em papelão e dois a três dias em aço inoxidável e plástico. É por isso que é importante higienizar coisas importantes em sua casa – como suas bancadas depois de colocar sacolas de compras – para diminuir suas chances de obter o coronavírus.

Ensine seus filhos a não tocarem o rosto

Se gotículas cheias de bactérias entram no nariz ou na boca de uma criança, ele pode se contagiar com a doença, diz Miryam Wahrman, Ph.D., professor de biologia e diretor do laboratório de pesquisa em microbiologia da William Paterson University e autor de The Hand Book: Surviving in Germ-Filled World. Incentive seus filhos a evitar tocar o rosto em público.

Garanta que as crianças lavem as mãos como forma de prevenção ao coronavírus

A melhor maneira de diminuir as chances de contrair o coronavírus é praticar uma higiene adequada das mãos, por isso ensine seus filhos a lavar as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos.

Certifique-se de que limpam antes de comer, sempre que você voltar de estar em público e antes de tocar nos olhos, nariz e boca. Você também pode usar desinfetante para as mãos com pelo menos 60% de álcool, de acordo com o Dr. Wahrman.

Tenha cuidado ao viajar

Confira as diretrizes e recomendações mais recentes e use seu critério antes de embarcar em uma viagem. Você precisará avaliar os benefícios em relação ao risco, diz o Dr. Wahrman, pois pode ocorrer a qualquer momento um surto na sua região ou na região para onde você está viajando. Se você viajar de avião, evite pessoas que pareçam doentes, lave as mãos com frequência e desinfecte itens comuns, como mesas de bandejas.

Back To Top