skip to Main Content

Posso fazer exercícios na gestação?

O que antes era um tabu tornou-se uma recomendação médica? Atualmente, a prática de exercícios físicos durante a gestação não é só permitida, mas indicada pelos especialistas para maior saúde e disposição da gestante.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Os exercícios físicos regulares são um pilar da saúde e são indicados para quem está planejando uma gestação, como por tratamentos de reprodução humana. No caso dos homens, por exemplo, o sedentarismo pode até comprometer a qualidade dos espermatozoides.

Portanto, as atividades físicas são amplamente recomendadas, mas no caso das gestantes é importante atentar-se aos exercícios que podem ser feitos e outros cuidados.

Quais exercícios fazer durante a gestação?

Antes de escolher qual tipo de exercício físico fazer durante a gestação é necessário que o obstetra que acompanha o pré-natal da gestante autorize a prática esportiva e também indique qual tipo de atividade mais recomendada.

Essa avaliação particular é importante, pois o quadro da paciente pode variar muito. Para algumas mulheres a recomendação é repousar durante a gravidez, como no caso de gestação de risco.

Portanto, com aval do médico, a gestante poderá escolher entre diferentes atividades de acordo com preferências pessoais e aptidão física, como:

  • musculação: colabora no fortalecendo muscular e ajuda a evitar dores nas costas e articulações, podendo ser feita durante toda a gestação, desde que sem excesso;
  • pilates: contribui na melhora da postura e fortalecimento da musculatura pélvica, o que contribui na sustentação do peso da barriga, e músculos abdominais;
  • natação: melhora o tônus muscular e contribui no fôlego, apesar dos muitos benefícios, é mais apropriada para mulheres que já estão adaptadas ao exercício;
  • alongamento: contribui na melhora da flexibilidade muscular e no relaxamento, o que ajudar no controle da ansiedade;
  • exercícios cardiovasculares: são as práticas como caminhada, corrida e bicicleta que contribuem no aumento da resistência física, melhora do fôlego e controle da ansiedade. Comece com práticas mais leves;
  • hidroginástica: um dos exercícios mais benéficos às gestantes, melhorando a capacidade cardiovascular, tonificação dos músculos, promovendo relaxamento e reduzindo os impactos na barriga;
  • ioga: contribui na flexibilidade, tônus muscular e equilíbrio corporal, além de ter exercícios respiratórios que podem ser usados no momento do parto;
  • ginástica localizada: ajuda na melhora da musculatura, fortalecimento das articulações e melhor capacidade respiratória. Cuidado com exercícios abdominais desconfortáveis à barriga;
  • dança: é benéfico para a musculatura e capacidade respiratória, controle de peso e relaxamento, mas é preciso atentar-se à aceleração cardíaca e impacto demasiado.

Portanto, existem exercícios físicos para todos os gostos, mas é importante que eles sejam realizados com um instrutor qualificado que vai conhecer as limitações da gestação.

Quais as recomendações sobre exercícios na gestação?

A primeira e mais importante recomendação sobre exercícios físicos na gestação é conversar com o médico obstetra antes de iniciar as atividades. Outras dicas incluem:

  • respeite seu condicionamento físico e não se compare com outras pessoas, fazendo as atividades no seu ritmo e dentro das suas possibilidades;
  • faça cerca de 150 minutos de exercícios por semana, podendo dividi-los em três dias por semana, mas podem ser diários se for apropriado para você;
  • durante a gestação os exercícios não devem ultrapassar a intensidade moderada, evitando esforço demasiado;
  • caso sentir náuseas e tonturas durante a atividade mude de posição e exercício ou faça um repouso;
  • não faça exercícios mais intensos em jejum.

Com acompanhamento médico e orientação de um instrutor físico os exercícios físicos podem contribuir imensamente em desafios físicos e emocionais da gestação.

Back To Top