skip to Main Content
5 Mitos De Amamentação E O Que é Seguro Para O Bebê

5 mitos de amamentação e o que é seguro para o bebê

Se você está amamentando já deve ter percebido que às vezes seu bebê parece estar ligado no 220V e talvez se sinta preocupada que as coisas que você faz pode estar afetando o crescimento e o desenvolvimento do seu filho. Para te trazer mais tranquilidade, vamos falar sobre os mitos de amamentação e sobre o que é seguro para o seu bebê. Boa leitura!

Mitos de amamentação: Você deve parar de usar antitranspirante.

A verdade: Talvez você possa ter ouvido falar que o alumínio, um dos ingrediente dos antitranspirantes, é tóxico para o seu tecido mamário e leite materno. Enquanto você sempre pode escolher um desodorante sem alumínio, a precaução não é necessária. Ainda não há evidências que comprovem que uma mãe amamentando não deve usar antitranspirante. Sendo que o alumínio é naturalmente encontrado no ambiente, de modo que a maior parte da sua exposição provêm de alimentos e não produtos de pele. Quase nenhum atinge o leite materno de qualquer maneira.

No entanto, você pode considerar mudar para um tipo livre de fragrâncias, uma vez que os recém-nascidos são susceptíveis ao cheiro e produtos fortemente perfumados perto de seus mamilos podem causar confusão. Sobre os desodorantes em spray, pode ser que sem querer você espirre sobre seus mamilos e também fazer com que eles tenham um sabor desagradável.

 

Mitos de amamentação: você não deve tomar nenhum analgésico.

A verdade: não há necessidade de sofrer. Os analgésicos e os redutores de febre como o ibuprofeno, o acetaminofeno e o naproxeno são geralmente aceitáveis ​​para as mamães que estão amamentando.

De acordo com um relatório da American Academy of Pediatrics (AAP), embora todos os medicamentos tenham seus benefícios e riscos. Mas há alguns OTCs que é melhor evitar. Por exemplo, os descongestionantes podem reduzir a produção de leite, enquanto os anti-histamínicos podem causar sonolência e prejudicar suas habilidades.

O recomendado é que antes de você tomar qualquer medicamento converse com seu médico para saber qual o remédio é mais indicado no seu caso.

 

Mitos de amamentação: você não deve beber café.

A verdade: depois de uma noite difícil, como despertar?! Não tenha medo de tomar uma xícara de café para dar aquela recarregada. Uma pesquisa mostra que a quantidade de cafeína que seu bebê obteria é apenas uma pequena porcentagem do que você bebe.

No entanto, tome no máximo três xícaras de café ao longo do dia, isso porque a cafeína acumulada no leite materno pode permanecer no corpo do bebê e isso o deixará incomodado e irritado.

 

Mitos de amamentação: você deve cortar calorias para voltar ao seu peso antes da gravidez.

A verdade: a amamentação queima cerca de 500 calorias adicionais por dia. Isso é suficiente para ajudar muitas mulheres a voltar ao seu peso antes da gravidez. Mesmo se você for ansiosa para perder mais rápido, certifique-se de que esteja comendo pelo menos 1.800 calorias por dia e refeições bem equilibradas (muitas gorduras saudáveis ​​como abacate e nozes, além de frutas, legumes, legumes e carne magra).

E é melhor aguardar a dieta para depois dois primeiros meses após o parto, quando seu produção de leite materno estiver bem estabelecida e você se recuperou fisicamente do nascimento. A melhor maneira de saber se você está consumindo a quantidade certa é ouvir seu corpo e comer de acordo com sua fome.

 

Mitos de amamentação: você pode beber álcool, desde que você bombeie e despeje.

A verdade: você pode não querer resistir ao vinho, mas tenha em  mente que uma pequena quantidade de álcool sempre passa no leite materno. A consequência disso é a alteração de sabor do seu leite, o qual o seu bebê está familiarizado. A ingestão de álcool também pode reduzir a produção de leite.

Pior ainda, o álcool é uma neurotoxina que afeta o desenvolvimento do cérebro infantil. É por isso que é aconselhado às mães que amamentam a não beberem álcool nesse período. Outro detalhe: não há como saber o quanto seu bebê está recebendo de álcool, então fazer uma retirada manual não é garantia de que estará eliminando o álcool do leite que seu filho vai tomar.

Uma pequena taça de champanhe para comemorar seu aniversário, ok. Mas não vai se empolgar, sair para a balada e beber todas.

 

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top