skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais
Mãe: Você é F*

Mãe: Você é f*

Os seres humanos têm uma capacidade incrível de subestimar suas próprias capacidades. Esquecemos das grandes conquistas e vitórias, nós apegamos as palavras negativas e crenças limitantes que adquirimos ao longo da vida. E simplesmente esquecemos o quão f* nós somos.

Eu sei, f* é uma palavra feia e por isso ela está com asterisco. Mas é real! E tem horas que as melhores palavras para expressar um sentimento são palavras extremas. Me perdoem. Mas mães, quero lembrar o quão f* vocês são!

Independente se vocês são casadas, solteiras, divorciadas, o fato é que vocês gostaram um ser humano dentro de você! Isso é absurdamente extraordinário. Você sabia que muitas mulheres gostariam e não conseguem? Você é f* porque seu corpo se adaptou e foi capaz de gerar um ser, perfeito e que hoje está pela sua casa correndo feliz da vida.

Você gestou, teve uma gestação perfeita ou com vários intempéries, você superou todos os obstáculos que surgiram para manter esse bebê dentro de você. Talvez você não tenha tido enjoos, ou talvez você suportou as dores agonizantes que as injeções de clexane provocou em você. Quem sabe, as pessoas ao seu redor até pensaram que seu marido te batia por conta dos hematomas no seu corpo (que absurdo!), mal sabiam elas que você estava fazendo de tudo para manter seu filho dentro de você. E você foi f* porque se manteve firme no propósito de nutrir e amar seu bebê enquanto ele estava se desenvolvendo.

Você superou as dores de parto para poder conceber seu filho de forma natural, ou então optou por uma cesárea por indicação médica

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Você é f* porque enfrentou todo e qualquer preconceito para amamentar seu filho, seja no leite artificial ou materno, você teve que romper barreiras auto impostas, suportar dores terríveis e até mesmo se privar do sono para garantir que seu filho receberia os nutrientes necessários para o desenvolvimento e crescimento dele. Fácil? Nenhum pouco! E nesse momento, você foi f*! Eu sei que talvez você não tenha pensado dessa forma, mas acredite, você foi! Você se superou mais essa vez!

Aos dois anos de idade seu filho começou a apresentar comportamento de irritabilidade, começou a demandar mais da sua atenção e até mesmo bater nos amiguinhos da escola. E apesar de você achar que você não daria conta dessa fase, você foi f* porque você conseguiu transmitir amor incondicional, abraçar e ajudá-lo a superar essas fase.

Eu sei mãe, você não se sente f* a maioria das vezes. Normalmente você está se culpando por não estar 100% dedicada a criação dele e acompanhando seu dia a dia. Você diz que é necessário para poder manter as contas da casa, e acredite, eu entendo você! Não adianta eu dizer para você não se culpar, porque isso só depende de você mesma. Eu posso te lembrar o quão f* você é e quantas vezes você se superou e continua se superando! Eu sei que você é capaz de enfrentar qualquer adversidade que você esteja vivenciando. Você vai conseguir mais essa e espero que quando essa fase terminar você lembre: você é f* e é a melhor mãe que seu filho poderia ter!

Quais obstáculos você já enfrentou que te fez pensar: “Cara, eu sou f* mesmo!”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top