skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Dia da Mentira: Porque mentir é feio!

Dia Da Mentira: Porque Mentir é Feio!

Dia 1º de Abril é uma data que vários países comemoram o dia dos tolos ou o dia da mentira. Brincadeirinha, trollada, pegadinha, a mentira pode ter vários nomes diferentes, mas continua sendo mentira. À medida que as crianças vão crescendo, mais influências externas recebem e assim como Halloween e tantas outras datas celebradas, é importante que os pais saibam a origem delas para que possam instruir seus filhos dentro dos valores que acreditam.


Como surgiu o dia da mentira

Historicamente, a chegada do Ano Novo, na França, era comemorada durante uma semana, do dia 25 de março ao dia 1º de abril. Em 1564, o rei Carlos 9º decidiu que o Ano Novo seria celebrado no dia 1º de janeiro, quando adotou o calendário gregoriano. Muitas pessoas demoraram para se acostumar com o calendário, e outras resistiram à troca da data. Essas pessoas tornaram-se alvo das mais variadas formas de ridicularização. Eram chamadas de “bobos de abril”, recebiam convites para festas que não existiam e ganhavam cartões e presentes esquisitos no dia 1º de abril. Fonte: Educação UOL

A data viralizou o mundo e em vários países, o dia primeiro de abril é tido como o Dia da Mentira ou Dia dos Bobos – April Fools’ Day –  na verdade são palavras diferentes para descrever a mesma situação, pessoas que se divertem fazendo pegadinhas pela internet ou na vida real afim de se divertir às custas de outros.

 

Valores acima do popularismo

Quando penso em educação de filhos, penso seriamente que trollada, pegadinha, brincadeirinha, mentirinha, bobeiras, são todos sinônimos da mesma palavra MENTIRA. Certamente você lembra da sua mãe dizendo que “mentira tem perna curta” e que se ela descobrisse que era mentira você ficaria um ano sem ……. qualquer coisa que viesse à mente dela naquele momento.

Com isso, nossos pais nos ensinaram (da melhor maneira que eles podiam) que toda mentira tem consequências e que a verdade deve sempre prevalecer – mesmo quando você faz uma coisa errada.

Eles nos ensinaram valores e mesmo quando era o Dia da Mentira, você podia se sentir insegura com relação a fazer uma “pegadinha” com seus pais, porque eles iriam surtar e nem daria tempo de você falar: “Primeiro de abril!”

Tais valores se perderam em toda sociedade, chegou ao ponto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) criar uma hashtag #fakenewsnão, para combater a disseminação de notícias falsas. Isso porque até grandes portais de notícias costumam criar notícias falsas na intenção de brincar com a população. Fonte: Metrópoles

 

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Sem parecer radicalismo, alienado ou coisa do tipo, ao remar contra a maré sempre haverá pessoas preparadas com vários estereótipos para colocar em você. Na verdade, o que você deve fazer é simplesmente ignorar pessoas que agem dessa forma e ensinar o caminho pelo qual se filho deve andar.

Opiniões diferentes da maioria da população não te leva a ser popular, na verdade, faz com que surjam haters em um mundo onde todos fazem de tudo para serem aceitas – papo para outro dia. Remar contra a maré é estar consciente para onde o rio está fluindo e agir como o salmão, na contramão, a fim de encontrar o seu próprio lugar de descanso.

 

Converse com seus filhos

Não tem jeito não, a melhor maneira de fazer com que seus filhos não participem das brincadeiras do dia primeiro de abril é conversando com eles. Explique a origem da data e compartilhe com ele como é chato cair em um MENTIRA.

Estava conversando com meu filho sobre o blog e os posts que iria colocar aqui (sou dessas!) e comentei que falaria sobre esse tema e perguntei sua opinião, taxativo me disse: Mentir é feio! As crianças sabem que é errado e que não deveriam fazer isso… aquela insegurança que nós tínhamos de criança, eles também precisam ter hoje em dia. Eles precisam saber que seus pais prezam pela verdade e que ela sempre deve prevalecer nos diálogos da vida.

Aquela história que diz que mãe não tá para o vizinho que por acaso bateu na sua porta, ou dizer que vai em algum lugar quando na verdade vai em outro são coisas que você pode até achar que seu filho não está vendo, então comece por você: seja sincera e honesta, inclusive naquelas horas que você gostaria de não ser. Peça desculpas quando necessário e tiver que dizer não à uma situação. Seja verdadeira para criar filhos verdadeiros!

 

O Dia da Mentira sempre vai existir e pessoas sempre farão pegadinhas, mas como é o seu relacionamento com esse dia? Eu exagerei ou vocês também defendem essa linha de pensamento? Compartilha comigo – estou curiosa para saber o que você pensa sobre isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top