Qual é o momento certo para fazer a primeira visita ao odontopediatra?


Crianças são levadas ao consultório pela primeira vez por diversas razões.
A maioria delas chamadas “curativas”, ou seja, cuidar de um problema já existente ou que chamou a atenção dos pais.
No entanto esse não é o ideal e talvez seja a causa de muitos adultos verem o consultório dentário como um local traumatizante. Poucas pessoas conhecem o trabalho da odontopediatra , pois ainda é pouco divulgada.

Então vamos explanar um pouco esse assunto.

Numa primeira consulta, o bebê será examinado e também analisado através de algumas perguntas que denominamos anamnese, mas que eu prefiro chamar de conversa com os pais sobre os hábitos e rotina do bebê.

odontopediatrai

Dúvidas comuns sanadas pela odontopediatra:

  • Amamentação, seja ela materna ou outra,
  • Oferecer ou não a chupeta,
  • Dieta não causadora de cáries
  • Quando e como fazer a higienização
  • Início do nascimento dos primeiros dentes
  • Problemas respiratórios que afetam a formação das arcadas dentárias
  • Presença de freios que interferem na amamentação
  • A importância da dentição de leite como guia de erupção dos dentes permanentes e a íntima ligação dessas dentições
  • Como é a estrutura dos dentes de leite (muita gente ainda acha que dente de leite não tem raiz!)
  • A importância dos primeiros dentes na dicção e fonética.

Essas são as questões básicas. Mas a conversa pode ir além, pois eu acredito na odontologia personalizada onde cada indivíduo é único e tem a sua história especial para contar.
As famílias são diferentes, a rotina de cada mãe é única e não há como queremos ditar regras rígidas. Temos que adaptar e fazer o melhor possível por esse bebê, conforme a realidade de cada um a fim de chegar o mais próximo possível do ideal.

O trabalho preventivo com bebês é um dos grandes trunfos da odontologia moderna para começarmos a mudar de uma vez por todas a mentalidade das pessoas de que o consultório dentário é um local de tortura.
É simples, muito menos dispendioso e bem mais divertido!
Ser mãe é tarefa árdua. Então, nosso trabalho é ajudá-las.

Juntas podemos fazer muito melhor.

 

Odontologia – Universidade de Marília/SP (1993)
Odontopediatria – SPEO – Curitiba/PR (1998)




Comente