skip to Main Content
Pés Ficam Maiores Na Gravidez Comprova Estudo

Pés ficam maiores na gravidez comprova estudo

Você sabia que os pés são compostos de 26 ossos e mais de 30 articulações que são mantidas juntas por uma rede de ligamentos? Talvez você já tenha ouvido falar que os pés ficam maiores na gravidez, mas porque isso acontece? Será que é para sempre? Ou será somente inchaço?

Durante a gravidez, há um relaxamento, dos ligamentos em todo o corpo. É a forma do seu corpo preparar as articulações pélvicas para o parto, e os altos níveis hormonais pode ser o que o causa.

O ganho de peso também contribui. Agora que seu corpo pesa mais, ele coloca mais tensão e estresse em seus pés. E ainda há o fator inchaço para se levar em conta. Geralmente, os pés estão mais inchados à noite do que pela manhã, e certas atividades e posições, e até sua dieta, podem fazer com que elas incham mais ou menos.

Meias de compressão, massagem regular e exercício cardiovascular (desde que o seu médico tenha aprovado) podem ajudar a controlar o inchaço nos pés. Você também deve elevar os pés no final do dia. Enquanto eles estão elevados, apontar e flexionar os tornozelos – até 50 vezes! – Para ajudar a colocar o excesso de líquido nos pés e pernas.

Estudo comprova que os pés ficam maiores na gravidez

Mas de fato, isso não vai mudar muito se definitivamente o seu pé crescer. Segundo um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Iowa, eles mediram a altura do arco e o comprimento do pé de 49 mulheres durante a gravidez e cinco meses após o parto. Em média, os pesquisadores descobriram que a altura do arco diminui e, por sua vez, o comprimento do pé aumentou 2 a 10 milímetros durante esse período.

De acordo com os pesquisadores, 60% a 70% das mulheres no estudo tiveram pés mais longos e arcos mais curtos após o parto.

Este crescimento dos pés ocorre devido ao aumento dos hormônios, incluindo o hormônio relaxina. Como falei, é tarefa desses hormônios afrouxar as articulações ao redor da pélvis para facilitar o nascimento da criança. Entretanto, como consequência também afrouxam os ligamentos no pés, fazendo com que os ossos dos pés se espalhem.

Ryan K Anderson, um podólogo em Utah, recomenda que as mulheres grávidas usem sapatos confortáveis, solidários e espaçosos durante e após a gravidez. Mas por outro lado, existe uma notícia boa, é que se seus pés crescerem, não vai doer. As únicas razões pelas quais você teria dor seria se você estivesse vestindo sapatos que eram muito pequenos ou se você tivesse outro problema no pé causado pela função alterada das articulações.

Eu percebi esse fato na segunda gravidez, porque era alto verão, inchei bastante e também ganhei mais peso. Resultado: aumentei dois números de sapato. Eu normalmente utilizo 34, mas cheguei as calçar 36. Depois que minha filha nasceu, algum tempo depois (não sei quanto porque não reparei nisso) meu corpo voltou ao normal, desinchou e os meus calçados me serviam novamente!

E vocês, também perceberam essa mudança física do corpo de vocês? Os pés ficaram maiores na gravidez? Quais outros sintomas vocês sentiram? Comenta abaixo, que eu sempre respondo!

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top