skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Escurecimento da pele durante a gravidez, por que isso acontece?

Escurecimento Da Pele Durante A Gravidez, Por Que Isso Acontece?

A gravidez é um momento mágico, porém com muitas alterações no corpo da mulher. Uma delas, e mais comuns, é o aparecimento de manchas escuras na pele, chamadas de melasma. 

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Além das manchas, é comum também ocorrer o escurecimento de algumas partes como as axilas, os mamilos e a linha média abdominal. Mesmo o fato de o melasma não ser exclusivo em gestantes, é um problema muito recorrente. Numa enquete realizada pelo site da Revista Crescer, mais de 50% das mulheres contam ter sofrido com esse problema. 

As manchas que aparecem na pele das gestantes podem ser preexistentes, e se intensificam nesse período, ou surgirem apenas na gestação devido às alterações hormonais e vasculares. As mulheres com a pele mais escura tendem a sofrer com maior frequência desse problema, por conta da já existente pigmentação da pele.

Como as manchas aparecem?

Esse escurecimento é explicado pela mudança hormonal que acontece na gestação, em que ocorre uma liberação maior de um hormônio chamado melanócito-estimulante, que é responsável pela produção de melanina. Normalmente, as manchas surgem a partir do terceiro trimestre da gravidez, em que ocorre a estabilização do hormônio b-HCG e o aumento da progesterona e do estrogênio. 

Outro fator contribuinte para o surgimento, é que os nutrientes consumidos pelas mamães são divididos entre o próprio organismo e o organismo do bebê, podendo deixá-la com deficiência de algum tipo de nutriente necessário para a saúde da pele. 

Muitas manchas podem desaparecer após a gestação, mas cada pele reage de uma forma, sofrendo mais ou menos com essa hiperpigmentação da pele na gravidez. Após o parto, é altamente provável que o escurecimento da linha da barriga e dos mamilos suavize, mas os melasmas podem persistir por um tempo maior, às vezes deixando algumas marcas. Mas existem métodos para suavizar as manchas, sem prejudicar a pele. 

Como prevenir ou tratar as manchas?

A prevenção das manchas pode ser eficaz com uma simples atitude: utilizar o filtro solar diariamente desde o começo da gestação, inclusive em ambientes fechados para proteger a pele da radiação da luz visível. 

A radiação da luz solar pode contribuir para o escurecimento da pele. Além disso, evitar a exposição solar entre os períodos das 10h e 16h, reaplicando o filtro na pele a cada 3h.

Outro método é consultar seu dermatologista, cogitando a opção de utilizar Vitamina C tópica durante a gestação, ela associada ao filtro solar potencializa a proteção da pele pelo poder antioxidante, com a capacidade de neutralizar os radicais livres. 

Existe também a possibilidade de utilizar cremes clareadores, normalmente à base de hidroquinona. Mas o tratamento é indicado somente após a amamentação, para evitar a absorção do produto no leite materno. 

Além disso, a hidratação da pele durante a gestação é imprescindível, tanto para evitar as manchas quanto para evitar estrias, outro temido problema da gestação. 

Outras opções para casos mais persistentes são os peelings e tratamentos a base de laser, mas somente devem ser realizados com o aconselhamento de seu médico dermatologista. Verifique se o seu plano de saúde cobre peeling e outros procedimentos.

É importante enfatizar que alguns procedimentos são liberados inclusive durante a gestação, mas somente mediante indicação do médico.

Por: Andreia Silveira, do site PlanodeSaude.net.

Back To Top