skip to Main Content

Como melhorar o sono durante a gravidez

Mulheres que já passaram pela experiência da gravidez e mamães de primeira viagem sabem o quanto o sono pode ser alterado durante a gestação, seja com quadros de insônia, sono leve ou pesadelos frequentes.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Existe uma explicação científica para as alterações do sono identificadas pelas mulheres durante a gravidez e os hormônios são os principais responsáveis por essa montanha-russa de sensações. Entenda mais a seguir!

Qual a influência da gravidez no sono da gestante?

Durante a gravidez há o aumento nos níveis de progesterona no organismo, hormônio que quando em quantidades aumentadas gera efeitos colaterais como fadiga e sono.  Apesar disso, as diferentes fases da gestação são marcadas por diferenças no sono das mulheres:

  • primeiro trimestre: no começo da gravidez a alteração hormonal é maior e mais abrupta, resultando na sensação de fadiga e excesso de sono da gestante. Além disso, o organismo passa por diversas mudanças como a queda da pressão arterial, aumento do ritmo cardíaco e divisão da glicose e oxigênio entre gestante e feto, resultando no maior cansaço do período;
  • segundo trimestre: o meio da gravidez costuma ser um período mais tranquilo no qual os níveis hormonais estão mais equilibrados. Os distúrbios do sono dessa fase podem estar relacionados com azia e vontade de urinar;
  • terceiro trimestre: mais no final da gravidez o cansaço torna-se mais frequente novamente em decorrência do peso extra carregado. Nessa fase o bebê está grande e pode comprimir a pelve e abdômen resultando em maior dificuldade para respiração e restrição dos movimentos.

Portanto, o aumento da sonolência e cansaço é normal nas gestantes, mas muitas vezes o repouso é prejudicado, podendo causar ainda mais desgaste físico e também emocional.

Como melhorar o sono na gravidez?

Considerando que nas diferentes fases da gestação é comum que a mulher esteja mais cansada e fadigada por conta das alterações metabólicas e hormonais é importante tornar o momento de dormir o mais apropriado possível para uma boa noite de sono. Algumas recomendações incluem:

  • evite alimentos pesados à noite ou jantar muito tarde, pois o processo digestivo atrapalha o sono quando eles ocorrem no mesmo horário;
  • reduza o uso de eletrônicos à noite, minimizando o uso de telas que fazem com que o corpo confunda o horário de repousar;
  • crie uma rotina para dormir mostrando para o cérebro que está chegando o momento do sono por um ritual repetido diariamente;
  • estabeleça um horário para dormir e acordar evitando alterações significativas mesmo aos finais de semana;
  • não consuma alimentos estimulantes a partir do período da tarde, como café, chá-preto, refrigerantes e outros;
  • tenha um ambiente confortável com um colchão apropriado e travesseiro um pouco mais alto para evitar azia;
  • não beba muita água ou outros líquidos logo antes de dormir para evitar vontade de ir ao banheiro no meio da noite;
  • tente fazer atividades relaxantes caso tenha mais dificuldade para dormir como um banho quente, uma leitura leve ou uma sessão de meditação.

A qualidade do sono é fundamental em todas as etapas da gestação, pois a mulher tende a ficar mais cansada e um sono reparador é essencial à manutenção da saúde física e mental.

Independentemente de realizar um tratamento de reprodução humana ou uma concepção natural, os desafios da gestação são os mesmos e uma boa rotina de sono é fundamental. Caso esses passos não ajudem, converse com seu obstetra.

Back To Top