copa do mundo 2014 brasil Fifa World Cup 2014

 

Oiiiii…

 

Quem diz que mulher não gosta de futebol, não sabe do que está falando certo? Tudo bem que é preferência dos homens de assistir e jogar. Mas aqui em casa quem acaba curtindo muito mais sou eu que meu marido.

Há uma semana de começar a Copa do Mundo 2014, eu não estava nem um pouco empolgada com o Mundial. Isso até que o meu filho de piti dizendo que não queria ir mais para escola, isso na sexta-feira. Na segunda-feira o piti foi muito maior e conversando com ele, acabei entendendo que TODOS os amiguinhos dele tinham o álbum da Copa, exceto ele.

A mãe aqui, se sentiu mega culpada e blá blá blá, e fiz acordo com ele que de tarde, depois da escola iríamos providenciar o dito cujo álbum.

A Copa ganhou um brilho a mais!

A medida que colecionamos as figurinhas e os jogos iam acontecendo o interesse dele aumentava e a empolgação também.

 

Torcemos pela Bélgica e Costa Rica, como se fosse o Brasil. A tristeza do Cauê quando as seleções foram eliminadas. Então lá vai a gente falar que no Campeonato somente um sai vencedor, igual a dança da cadeira e coisas do tipo. Mas ele achou a Holanda uma chata! E ainda não  mudou de opinião… hihi

 

Mas o jogo do Brasil ontem, foi realmente punk. Cauê ficou inconformado (como todo mundo, ok!) e quando mostrou a imagem de um menininho chorando desoladamente porque o Brasil já havia sofrido quatro gols, desligamos a TV. Perder a gente sabe que pode acontecer, mas não queria que meu filho chorasse por algo que não nos trás dinheiro e sim, apenas diversão.

Para ele, a Alemanha é uma chata também e não podia ter ganho o jogo.

 

Aquela propaganda da Sadia do #jogaparamim foi a melhor tirada dessa Copa para mim. As crianças são tão inocentes que elas não querem saber se foi comprada ou vendida, elas querem a alegria dos gols e da vitória.

Trabalhar as frustrações cabe a nós pais!

 

Agora… cá entre nós, que pelada hein! hahaha

 

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente

Confira também