skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Você acha que bebê sente sede?

Você Acha Que Bebê Sente Sede?

Muitas vezes eu converso com as mulheres e é bem comum elas relatarem que estão oferecendo água para seus bebês, com idade menor de seis meses. Como moro em uma cidade muito quente e úmida, elas acreditam que o bebê possa estar com sede. Mas será mesmo que o bebê sente sede? Será que oferecer água é a melhor maneira de saciar sua sede?

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

A Organização Mundial da Saúde (OMS)  afirma que uma mãe que oferece água ao seu  bebês pode estar colocando a vida dele em risco de diarreia e desnutrição. A água pode não estar limpa e fazer com que o bebê tenha infecções.

Mas afinal, o bebê sente sede?

O seu bebê sente sede sim! Mas acredite, você já tem o melhor e mais poderoso reservatório de água que seu filho pode querer beber.

Isso porque o leite materno contêm mais de 80% de água, especialmente o primeiro leite que vem na amamentação. Portanto, sempre que a mãe sente que seu bebê está com sede, ela pode amamentá-lo. Isso irá satisfazer a sede e continuar a proteger o bebê das infecções e ajudá-lo continuar a crescendo e se desenvolvendo bem.

A Associação Australiana de Amamentação diz que o leite materno tem a proporção perfeita de alimentos para água para satisfazer as necessidades do bebê.

Os bebês não precisam de água antes de terem 6 meses de idade, mesmo em um clima quente. Esta é uma das razões pelas quais o OMS recomenda que as crianças sejam amamentadas exclusivamente durante os primeiros 6 meses de vida.


Uma criança é considerada amamentada exclusivamente quando recebe somente o leite materno. Sem nenhum alimento ou líquido adicional, mesmo água, com exceção da solução de reidratação oral, gotas, xaropes de vitaminas, minerais ou medicamentos recomendados pelo pediatra do bebê.

Além disso, oferecer água ao bebê também pode fazer com que ele beba menos leite materno ou pare de ser amamentado cedo e, portanto, causar desnutrição. Se as mães dão água ao invés de amamentar, também estão prejudicando a produção de leite, fazendo que a falta de estímulo diminua a quantidade de leite materno produzido.

Ao amamentar, a mãe dá ao bebê toda a água que ele precisa, enquanto fornece “água potável” e protege o bebê contra a diarreia.

Você também acreditava que o bebê sente sede? E que, portanto, era importante oferecer água para o bebê além do leite materno? Compartilhe nas redes sociais!

Back To Top