catapora_03

 

Hoje eu venho falar de um assunto que aqui no Estado virou manchete em todos os noticiários: A catapora. Eu, Karin, segundo minha querida mãezinha, nunca peguei as doenças corriqueiras da infância. E ouvir falar em surto, confesso que dá um certo medinho.

 

Melhor de tudo é conhecer um pouquinho melhor da doença, certo?!

 

Os principais sintomas da varicela, conhecida popularmente como catapora, são febre, coriza e tosse. Em seguida aparecem as pequenas manchas vermelhas, principalmente nas costas, peito e abdômen. Essas manchas se transformam em bolhinhas e depois em feridas. A doença é benigna e a transmissão ocorre por meio do contato com as vesículas do doente ou gotículas que são expelidas pelo ar. A recuperação demora cerca de 10 dias, quando as lesões viram crostas. Fonte: Prefeitura de Itajaí

 

Doença benigna! Ufa hein… Exige alguns cuidados, claro. Afastar as crianças infectadas das unidades escolares é a primeira medida, que deve partir dos pais com certeza. Para que se evite a proliferação da doença. As clássicas manchinhas todos já sabem que é sinal de catapora, mas que antes disse aparece febre, coriza e tosse, passível de confundir com uma gripe comum, não? Por isso, é importante ficar atenta aos pequenos sinais, não é mesmo.

 

Um detalhe importante, a Varicela, como também é conhecida a Catapora, não tem a vacina incluída no quadro básico de imunização, do SUS. Somente pessoas com imunodeficiências, ou seja, com vírus HIV, tem direito de tomá-la de forma gratuita pelo Governo Federal. Apesar do Ministério da Saúde informar no ano passado que a vacina tríple: sarampo, caxumba e rubéola iria agregar a vacina contra varicela, se tornando então uma tríplice viral, isso ainda não aconteceu.

 

Uma cidade de Santa Catarina, Itajaí mais precisamente, identificou um surto com crescimento superior a 200% de casos confirmados na cidade. Essa, que fica distante apenas 86 quilômetros da nossa cidade. A onda de gripe A, também bateu nas portas de Jaraguá do Sul, com muitos casos confirmados da doença e inclusive algumas mortes.

 

Tudo isso, na verdade, só me mostra como é importante cuidarmos da alimentação dos nossos filhos, da higiene, para que assim evite-se, se é possível, o contágio com esses tipos de doenças.

 

Uma coisa que percebi, entre meu marido e eu, como é possível confundir sarampo com catapora, porque ambas tem sintomas parecidos. Contudo, enquanto os sintomas da catapora se limitam e é considerada uma doença benigna. Sarampo tem o agravamento da doenças através da diarreia, otite e pneumonia. Bom, achei melhor transmitir essa informação, porque assim como aqui em casa, poderia causar dúvidas e achei melhor distinguir os sintomas. Fonte: Guia do bebê

 

Como a vacina ainda não está no calendário básico de vacinação, pode-se encontrar a mesma em clínicas particulares. Os preços pode variar entre R$ 120 à R$ 200, dependendo da localidade. Quanto a eficácia da vacina a percentagem é de 82% a 99%. E nos vacinados que apresentaram sintomas da doenças, foram mais atenues. A vacina é indicada para crianças acima de um ano de idade.  Fonte: Plugbr

 

Confesso para vocês que estou cogitando vacinar o pequeno aqui de casa. Escola é um lugar ótimo para disseminar doenças e como o velho ditado diz: “Prevenir é melhor que remediar”.  🙂

 

Beijos

Karin

 

Se você gostou deste post, talvez queira ler mais:

 

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂





Confira também