skip to Main Content
Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Crianças desaparecidas – Holanda cria ação para ajudar a encontrá-las

Crianças Desaparecidas – Holanda Cria Ação Para Ajudar A Encontrá-las

A Holanda encontrou um jeito diferente de ajudar os pais na busca por suas crianças desaparecidas. Desde o mês passado, o país europeu está exibindo fotos de crianças que se perderam das famílias em caixas eletrônicos.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

A responsável pela ação é uma fabricante de sistemas bancários. No total, mais de 300 de caixas irão exibir as imagens nos protetores de tela. Assim, quando o cliente utilizar o terminal, ele terá acesso às fotos, aumentando as chances dos desaparecidos voltarem para suas casas.

Embora a Holanda seja o primeiro país a exibir crianças perdidas em caixas eletrônicos, a ideia não é tão recente. Esse sistema de alerta se chama “Amber Alert” e surgiu nos Estados Unidos.

A ideia é divulgar ao máximo a imagem dos jovens desaparecidos juntamente com um telefone para contato. Dessa maneira, quem os vir poderá ajudar a dar pistas sobre o paradeiro.

Até o momento, o governo holandês instalou o sistema em aeroportos, shoppings e principais atrações turísticas de Amsterdã e Roterdã. As autoridades também podem enviar SMS e fazer divulgações na televisão. Futuramente, a expectativa é que outros países também implementem essa e outras ações para ajudar as famílias.

As crianças desaparecidas no Brasil

Por ser um país muito maior do que a Holanda, o Brasil enfrenta um grande problema quando o assunto é desaparecimento de crianças e adolescentes. De acordo com o Conselho Federal de Medicina, cerca de 50 mil novos casos são registrados por ano.


 

No Brasil, em caso de desaparecimento, as famílias devem:

  • procurar pelo último local em que o jovem esteve;
  • buscar em delegacias e hospitais;
  • registrar o boletim de ocorrências — em algumas localidades, isso pode ser feito pela internet,
  • manter alguém no último lugar em que a pessoa desaparecida foi vista.

Apesar do sistema de caixa eletrônico ainda não ter chegado aqui, existem outras tecnologias que ajudam a resolver esse problema — e até a evitá-lo. De acordo com a Find My Kids, por meio do celular já é possível ter mais controle das crianças.

A empresa desenvolveu um app repleto de recursos para que os pais não precisem se preocupar tanto com a segurança dos filhos. A ferramenta possui rastreador e até uma funcionalidade que permite ouvir o que se passa no ambiente da criança, caso ela não atenda ao telefone.

Para as crianças menores, que ainda não usam celular por conta própria, o GPS pode ser configurado em um relógio de pulso. Sem perceber, o pequeno estará mais protegido e os pais mais tranquilos.

O desaparecimento de qualquer pessoa é um assunto sério, mas quando envolve criança requer atenção redobrada. Toda a sociedade pode se mobilizar para ajudar as famílias. A Holanda já está sendo a parte dela e, em breve, pode ser que novas medidas assim sejam tomadas no Brasil.

Back To Top