skip to Main Content

A importância do monitoramento da gravidez

Acompanhar a gestação desde seus primeiros dias é essencial para preservar a saúde da mãe e do bebê. Isso acontece, pois, permite prevenir possíveis problemas.

Receba dicas e conteúdos sobre gravidez, maternidade e criação de filhos. Compartilhando aprendemos mais

Durante a gravidez, o corpo passará por muitas mudanças, que podem alterar as funções fisiológicas da paciente, como pressão arterial, peso, tamanho do bebê…

Com o monitoramento através de exames e consultas, o médico indica soluções para incômodos e prescreve vitaminas que auxiliam no bom desenvolvimento do feto.

Pré-natal

No pré-natal, é possível identificar uma gravidez de risco habitual, ou seja, que não apresenta nenhum fator que agrave a condição da paciente e do bebê.

Já na gravidez de alto risco, há a presença de comorbidade, doenças que podem agravar o quadro por isso, requer um zelo especial por parte do especialista.

Uma equipe múltipla – psicóloga, obstetra, fisioterapeuta, nutricionista – deve fazer o pré-natal dessa paciente, que apresenta outras doenças de modo a preservar a qualidade da gravidez.

Normalmente, inclusive no sistema público, a indicação é a paciente passar por seis consultas até seu parto. Assim, doenças como alteração da pressão podem ser controladas com medicamentos, atividades físicas e alimentação.

Algumas disfunções, como infecções urinárias, obesidade, diabetes gestacional devem ser combatidas para evitar um parto prematuro ou sequela mais grave, incluindo a morte do feto.

Exames

O médico solicitará exames de imagens e laboratoriais para checar o progresso do bebê e identificar doenças que prejudiquem a mãe ou a criança:

  • Glicemia para checar se há diabetes;
  • Tipo sanguíneo e fator de Rh, uma vez verificada a incompatibilidade entre mãe e filho, haverá procedimentos para preservar a saúde do bebê;
  • Identificação de doenças, como HIV, sífilis, toxoplasmose, rubéola ou hepatite B;
  • Exames de urina;
  • Ultrassonografias para identificar o tempo gestacional e crescimento do bebê.

Todos esses cuidados preparam a mulher para a maternidade, esclarecendo dúvidas e tratar as manifestações típicas da gravidez. Trabalhar de forma preventiva é a melhor opção para um parto saudável.

Monitoramento da gestação na reprodução humana

O pré-natal colabora com a reprodução humana enquanto passa informações essenciais para a futura mamãe gerar um bebê de forma segura e saudável, ao seguir as orientações de como se alimentar, exercitar-se, preparar para o parto.

A paciente pode esclarecer suas dúvidas e medos sobre a maternidade, parto e receber as primeiras instruções de cuidar do bebê, após seu nascimento.

Manter o peso ideal e tomar vitaminas são fatores que serão controlados pelo especialista para prevenir malformações do feto ou anemias da mãe. As inadequações percebidas durante esse processo são contornadas para que a gestação siga seu rumo normal.

O especialista deve se atentar às condições psicológicas da paciente para intervir, caso perceba uma gravidez indesejada e para trabalhar o aspecto educativo para o parto e aleitamento materno.

Back To Top