1015

 

Quando há uma mãe grávida a expectativa não gira só dela para a barriga. Na verdade família e amigos ficam aguardando o momento em que eles também irão conhecer o rostinho daquele bebê tão amado.

Após o nascimento é natural que as pessoas queiram visitar e presentear o recém nascido. As visitas na maternidade normalmente são feitas em determinados horários, por isso há necessidade que a mãe se informe a esse respeito e também da quantidade de pessoas que são permitidas por vez no quarto.

Visitas em casa, normalmente são mais tranqüilas. Mas nada impede que seja “pré-agendada” com a mãe. Combinar antes, evita que chegue numa hora não tão apropriada para a dupla. Por exemplo: Vai que chega bem na hora que a mãe conseguiu fazer o bebê dormir e finalmente vai poder tomar um banho tranqüila!

Eu acho muito legal quando o visitante trás uma lembrança para o bebê, mas lembra também da mãe. Sei que não são todas as pessoas que podem comprar algo, mas uma carta desejando felicidades com certeza vai causar um grande impacto. J

Vale lembrar que tudo é novo para mães e há aquelas, que não sei se por ciúmes ou insegurança ficam “meio” assim em deixar outras pessoas segurar seu filho. Por mais que seja difícil, respeite!

Cada mãe cria seus filhos do seu jeito e isso não vai mudar. Antes de você dar alguma dica, pergunte à ela o que ela pensa a respeito, como ela pretende agir diante de tal situação, etc. Eu sei que nós mães, temos uma vontade muito grande de ajudar, dar dicas e tudo mais, nós já passamos por aquilo e fica muito fácil falar. Se ela quiser fazer diferente, é um direito dela, certo? Digo isso só para evitar constrangimento ou discussões desnecessárias.

Se você puder e de coração deseja ajudar, ofereça-se! Diga a ela que você está disposta a dar uma mãe na louça, na roupa ou na casa, se ela quiser. No início é normal mãe demorar pra se acostumar com a nova rotina e às vezes não consegue dar conta de tudo. Se a mãe negar, não fique chateada, deixa a porta aberta para que ela peça sua ajuda quando precisar.
Agora, vai um recadinho para as mãezinhas:

 

Elas só querem ajudar! Avós, tias, primas, amigas querem estar do seu lado nesse momento mais que especial. Aceite ajuda… Saiba que você não precisa abraçar o mundo!

É difícil, mas não precisa de tanta neura! As pessoas sentem muita vontade de segurar o seu bebezinho, é natural. Deixe que elas segurem um pouco… Depois elas irão embora, e seu bebezinho continuará com você. Mas não precisa oferecer só por educação, faça de coração. Aproveita esse momento, para dar uma respirada, tomar um banho gostoso ou fazer as unhas! Contato com outras pessoas, auxilia também no desenvolvimento do seu pequeno, viu!

Se você pode oferecer aquele café da tarde para as visitas, ótimo! Se não pode não fique constrangida em receber o carinho daqueles que se importam com você. Seja gentil, sempre.

Outra coisa difícil… Se dê a oportunidade de errar. Não se culpe. Vai perceber que esse é o caminho que trilhará com frequência, esse é o caminho da maternidade.

Muitas coisas né… Eu sei. Mas você vai conseguir e  no final, vai dar tudo certo! 🙂

Beijos

Karin

 

Se você gostou deste post, talvez queira ler mais:

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂





Confira também