Quantas são as mães que após a licença maternidade voltam para o trabalho? Muitas!

Quantas são as mães que ficam com aquela dorzinha no coração por deixar seus filhos numa creche? Muitas

Quantas mães ficam aflitas em não poderem cuidar de seus filhos quando estão doentinhos? Muitas

A maioria responderia que gostaria de ficar pelo menos meio período com seus filhos, porém as condições financeiras não permitem… Pegaria atestado até seus filhos ficarem ótimos…

São coisas que o mercado muitas vezes não permite e por isso muitas optam por trabalharem em casa com os mais diversos trabalhos manuais ou alguma outra possibilidade.

Existe uma diferença entre trabalhar em casa e a partir de casa. Trabalhar em casa remete que seu trabalho é feito em casa e muitas vezes as próprias vendas também.

Escolhi trabalhar a partir de casa. Isso quer dizer que desenvolvo algumas atividades do meu trabalho em casa e outras não.

Ficar com o pequeno e trabalhar… pode ser um desafio!

  • Faço as ligações e tem alguém pulando no colo e dizendo : “Abraços!”
  • Vou no computador e ele diz: “Vou atrapalhar a mamãe trabalhar!”

Essas são algumas situações que acontecem… mas daí vem a revanche: esmaga, aperta, morde, coceguinhas… 😉
Trabalhar em casa ou a partir de casa pode ser uma experiência muito boa e gratificante, desafiadora, mas que não tem preço que pague!

 

Claro, eu digo que sou mais mãe que qualquer outra coisa, porque fico muito mais em função dele do que das minhas atividades do trabalho…

Sem contar que haja criatividade pra entreter essas crianças e com certeza isso vai render muitos posts!

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂





Confira também