Creio que seja normal que as mães fiquem curiosas em relação ao sexo do bebê. Afinal de contas, querem começar a fazer o enxoval do pequeno de acordo. Há exceções, aquelas que não querem saber e farão um enxoval mais neutro. Eu acho muito legal quem consegue aguentar a curiosidade e ansiedade… eu não consegui!

Hoje trouxe algumas maneiras de como se pode descobrir o sexo do bebê…

Sexo do bebê

 

 

A primeira é através da tabela chinesa, típica e popular. Não existe precisão na tabela. É apenas a título de curiosidade, ou seja, não quer dizer que seja precisa, entendem?!

Ela funciona assim: A idade da mãe (no período de gravidez) + 1 e o mês da concepção. Para quem nasceu em janeiro e fevereiro, não precisa acrescentar +1.

Vamos ao meu exemplo para ver se fica mais claro. Quando engravidei estava com 23 anos, como sou do mês de setembro acrescenta mais 1 = 24, o mês da concepção foi março. Então analisando a tabela abaixo: Menino. E pra gente, funcionou! 🙂

 

Sexo do Bebê - Tabelas Chinesas

Existem testes mais precisos, que são feitos através da urina ou do sangue.

O teste feito através da urina, é como o teste de gravidez. Também é vendido em farmácia. O nome dele é Intelligender Menino ou Menina. Em vez de duas fitinhas, ele vai aparecer em cores. Laranja se for menina e verde se for menino. Ele pode ser feito a partir da 10° de gravide. A precisão dos teste é até 90%, se seguir as recomendações da bula. Mas as usuárias dizem que é cerca 82%. O valor dele pode chegar até R$ 300.

Já o exame de sangue se chama sexagem fetal. Porque desde a concepção, o sangue do bebê já circula através da corrente sanguinea da mãe, ou seja, através do exame de sangue é possível buscar o cromosso Y (que irá dizer se é menino), se não for encontrado esse cromosso, então o bebê será uma menina. A partir da 8° semana de gravidez já é possível realizar e o exame necessitará de prescrição médica. A precisão deste exame chega a 96%. Os planos de saúde não costumam cobri-lo, portanto, o custo de até  R$ 450 fica por conta dos pais.

Outro exame que é possível descobrir o sexo do bebê é através de um ultrassom. Vários sites dizem que só é possível identificar o sexo do bebê a partir das 16° semana, há inclusive alguns que falam só a partir da 20° semana. Mas tudo depende do fator principal: posição do bebê na hora de fazer o exame. Há recomendações para comer chocolate antes de fazer a ultrassom para que o bebê dê uma acordadinha durante o exame. Para o exame é necessário a prescrição médica.

Posso contar a minha experiência: Quando fui fazer o exame de translucência nucal, por volta da 13° semana. O médico fez a ultrassom na barriga e viu o que era necessário para o exame em si. E me questionou se eu queria saber o sexo. Fiquei naquela ansiedade, porque não tinha certeza que daria certo. Fizemos um transvaginal, para acertar na precisão e se confirmou: Menino. Eu perguntei para ele se ele tinha 100% de certeza, porque depois ele teria que pagar o enxoval se estivesse errado, claro que foi uma brincadeira. Mas ouve-se falar que o médico errou e tal. Eu acreditei no médico por causa da experiência de carreira, por ser indicação, etc.

Saber o sexo do bebê é realmente muito gostoso, porque pode-se programar o enxoval, cores do quarto do bebê, etc. Há quem diga que sentimento de mãe nunca erra. Eu contei num outro post como é ser mãe de menino, e que eu havia “sentido” sobre isso, mas que havia aquele sentimento de dúvida, porque eu não queria que se fosse menina se sentisse rejeitada, coisa boba, mas que eu acredito. Mas no final das contas veio um menino: lindo, gostoso e que vivia chutando minhas costelas! 🙂

 

Espero que tenha ajudado nas opções. São muitas, não é mesmo!

 

Beijos

Karin

 

Fontes: Bebê.com.br, Tua Saúde, Universo do bebê

Se você gostou deste post, talvez queira ler mais:

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂





Confira também