Outro dia participei de um grupo de apoio e incentivo ao parto humanizado e boa parte do tempo, as mulheres que estavam coordenando e as futuras mamães que estavam participando conversaram sobre alguns desafios que envolve a amamentação. Lembro que uma até brincou, nascer tem que nascer, seja por parto normal, humanizado ou cesárea, mas quanto a amamentação é preciso muita leitura e aprendizado.

Alguns dias atrás compartilhei aqui na página o relato de amamentação da Suellen e da Esther, nesse texto ela desabafou e contou muitas coisas que podem ser dúvidas de alguma mãezinha que nós conhecemos ou então até mesmo nós podemos passar por essas dificuldades. Amamentação é preciso que seja prazerosa tanto para a mãe quanto para o bebê.

14183931_1642119956118815_3291772705746159143_n

Entretanto quando há dor é sinal de que a maneira que o bebê está pegando o peito não está correta. E é preciso corrigir cada vez que ele pegar de maneira que cause dor. Pode ser estranho falar isso, de corrigir o bebê, mas ele está aprendendo a mamar, assim como você está aprendendo a oferecer o peito. Uma pega correta é aquela que o bebê abre bem a boca e abocanha boa parte da auréola, senão ela inteira. Não basta fica com o bico do seio na boca.

Quando o bebê consegue pegar a auréola junto, é como se ele fosse apertando vários botões no peito que vão fazendo o leite descer. Se você está amamentando, certamente consegue sentir como se fossem “carocinhos”, ali são produzidos e armazenados o leite materno, mas é o bebê quem estimula para que o leite flua.

Outra dúvida que pode surgir é quando por volta dos 3 meses de vida o bebê parece querer mamar mais. Aconteceu isso com meus dois filhos e parece que por mais que você ofereça um peito e depois o outro peito… está vazio. Nesse momento, o bebê está evoluindo, passando a identificar mais o mundo, fica mais distraído e entretido com as coisas. Ao mesmo tempo, acontece um gasto calórico maior, ou seja, vai precisar comer mais. Sabe quando a gente passa o dia inteiro na piscina e chega em casa com aquela fome louca? É mais ou menos assim que o bebê está se sentindo, louco da fome!

kajdsnfjsdfk

Se antes você sofreu por excesso de leite e depois estabilizou a produção, agora você vai precisar oferecer mais vezes o peito que o bebê se sinta satisfeito e a produção de leite venha aumentar e suprir a necessidade que esse bebê tem.

Amamentar vale muito a pena, é um momento único e exclusivo, que você não está oferecendo apenas sustento físico para o bebê, mas principalmente fortalecendo o elo afetivo entre vocês. Aproveite a amamentação, porque depois você vai ficar igual eu, desejando que eles voltem a ser bebê para carrega-los e amamenta-los novamente! Hahaha… Mas daí o tempo já passou e as crianças já cresceram e estão trazendo outras novidades para casa.

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂





Confira também