Amamentação gera muita dúvida, antes, durante e até mesmo depois, ficamos pensando se estava tudo certo, se poderíamos fazer alguma coisa diferente. É com muito carinho que a fonoaudióloga Caroline Raquel Krenke aceitou o convite para ser colunista aqui no Mamãe & Cia, e hoje ela já estreia com uma super tema, explicando o passo a passo da amamentação. Aproveitem a oportunidade para esclarecer dúvidas e colocar as situações que vocês enfrentaram durante esse período. Trocar figurinhas é a melhor coisa depois que a gente virou mãe!

Olá mamães…

Sou fonoaudióloga e quero compartilhar com vocês sobre a importância e cuidados do aleitamento materno (e isso vale também para as futuras mamães). Desde o meu estágio na Central de Incentivo ao Aleitamento Materno (CIAM), no Hospital Universitário em Florianópolis, acompanhei a trajetória de várias mulheres na busca por informações e aprendizado no aleitamento materno. Por muitas vezes, orientamos diversas mães sobre: a importância da amamentação, a pega correta do recém-nascido na mama, a melhor posição para amamentar (principalmente nos primeiros dias, em que o recém-nascido está aprendendo a mamar), e ainda, ensinávamos as mães a tirar o próprio leite.  Então, hoje, quero compartilhar essas informações para vocês.

 amamentação11

Por que amamentar?

Amamentação é natural, um processo que Deus criou e que ao olharmos os outros animais que mamam percebemos como é algo inato. Assim que nascem já começam a mamar e com os seres humanos é igual. Quando o bebê ainda está dentro da barriga da mãe ele começa a sugar, e no útero começa o processo de sucção e deglutição para que quando saia faça isso naturalmente. Então o bebê, se não tem nenhum comprometimento neurológico ou motor, assim que nasce já começa a mamar.

Uma das principais importâncias do aleitamento materno é que no momento em que o bebê está mamando, mãe e bebê se tornam um só, criando um vínculo entre dois. Nesse momento a mãe passa amor, carinho e segurança para seu filho.

A amamentação natural tem um papel fundamental no desenvolvimento craniofacial, do bebê, tanto muscular quanto ósseo, favorecendo o desenvolvimento das funções do Sistema Estomatognático, como: fala, mastigação, respiração e deglutição.

O leite materno é o alimento mais completo para o seu bebê, e é de fácil digestão, portanto, sobrecarrega os rins e intestino do bebê. O leite materno além de protege o bebê de muitas doenças, é fácil e prático para as mães. Dessa forma, evita que ele seja contaminado pelas bactérias que gostam de proliferar em mamadeiras.

A amamentação ainda traz muitas vantagens para as mães: ajuda na redução do peso da mãe, mais rapidamente; protege a mãe da perda de sangue em grande quantidade depois do parto, diminuindo o risco de hemorragia e anemia; e ainda diminui as chances de câncer de mama e de ovário.

Como é “pega” correta?

pegacorreta

  • Ao amamentar é necessário observar se o bebê está pegando corretamente a mama da mãe, assim a mãe evita de sofrer com fissuras nos mamilos.
  • Primeiro o corpo do bebê deve estar totalmente virado para a mãe, deixando a barriga do bebê encostada com a barriga da mãe.
  • Na hora em que o bebê abocanhar a mama da mãe, ele deve abocanhar a maior parte da aréola. Ele não pode abocanhar somente o bico do seio.
  • Na hora que está mamando o lábio inferior do bebê deve ficar virado para fora, fazendo uma “boquinha de peixe”. O queixo do bebê deve encostar no seio da mãe.
  • As bochechas do bebê devem ficar arredondas, nunca encovadas.
  • No momento da amamentação o bebê faz o movimento de ordenha e toda a musculatura da face se movimenta.

Qual a melhor posição para a amamentação?

Nos primeiros dias, o recém-nascido ainda tem que ser conduzindo e ensinado a pegar corretamente a mama e assim não machucar a mãe. Para ajudar nesse processo de aprendizagem, vou estar orientando sobre a melhor posição para amamentar.

  • Sentar em uma poltrona, sofá ou na cama,
  • Colocar um banquinho nos pés, para que esses fiquem mais elevados,
  • Coloque um travesseiro no colo e
  • Pegue o bebê.posiçãoamamentar

Dessa maneira, você poderá deixar todo o peso do bebê no seu colo e terá suas mãos livres para ajudar seu bebê a pegar corretamente sua mama.

Depois que o bebê já aprendeu como mamar corretamente pode estar mudando as posições de amamentar seu bebê. Só lembrando de que a cabeça dele sempre deve estar elevada acima do corpo dele, pois se ele ficar reto, corre o risco de o leite escorrer para o ouvido do bebê, causando dor no ouvido.

Quero concluir, incentivando que as mães façam de tudo para amamentarem seus bebês. Sei que muitas vezes é muito difícil, porém se a mãe perseverar, lutar e buscar ajuda, ela terá um dos maiores presentes na vida de mamãe, poder ter esse momento especial com seu bebê.

E se você está amamentando, e está passando por alguma dificuldade, procure algum consultor de amamentação ou fonoaudiólogo para estar te ajudando.

Referências:

DEGAN, V. V.; BONI, R. C.. Hábitos de Sucção Chupeta e Mamadeira. São José dos Campos: Pulso, 2004.

IBFAN – Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar. Projeto de Inclusão Social e Desenvolvimento Comunitário: Promoção da Amamentação e Alimentação Complementar.

Ministério da Saúde. Caderneta de saúde da Criança.

Bacharel em Fonoaudiologia pela UFSC
Cursando Pós-graduação em Neuropsicopedagogia clínica pela UNILAS





Confira também