Fim de semana sempre pede uma sessão de cinema, mesmo que seja em casa, é muito bom reunir a família, sentar no sofá, comer pipoca e dar boas risadas na frente da telinha. A indicação do filme que assistimos foi Zootopia, aliás, já veio de indicação de nossos amigos.

Sinopse do filme: conta a história de Judy Hopps, uma coelha que se torna policial e se muda para Zootopia, onde “todos os animais vivem em paz”. Lá ela sofre preconceito, por se tratar de uma coelha e é designada a trabalhar como guarda de trânsito. Depois ela conhece Nick Wilde, uma raposa criminosa. Para provar seu valor, Judy pede a seu chefe a tarefa de encontrar um dos animais que estão desaparecidos. Ela segue, chantageando Nick para que lhe ajude e descobre que os animais desaparecidos (todos predadores) se transformaram em selvagens, sendo um risco para a população de presas.

Lição #1 – As aparências enganam

zootopia-wallpaper-19

Judy ao relatar a impressa que os animais predadores poderiam se tornar agressivos novamente, trouxe pânico para as presas, que começaram a discriminar e não querer mais conviver com eles, pelo risco em potencial. Até a onça da recepção da delegacia é afastada, mas quem assistiu ao filme sabe, ela era tão mansa e aparentemente inofensiva, infelizmente foi afastada do seu cargo.

Quantas vezes as aparências enganam, aquela pessoa que era “metida” torna-se sua melhor amiga, a pessoa que você pode contar para todas as situações. Lembra uma velha lição bíblica: não julgueis para não seres julgados.

Lição #2Cada cabeça uma sentença

gideon

Tanto Judy quanto Nick sofreram bullyng quando eram crianças, mas ela decidiu que não seria impedida de realizar seu sonho, enquanto Nick, aceitou sua condição de raposa traiçoeira. Dessa forma, o filme mostra que as pessoas podem passar pelas mesmas experiências na vida e tomarem rumos diferentes. Pode-se ensinar uma lição valiosa para nossos filhos, que apesar das circunstâncias da vida não contribuírem, eles podem fazer diferente, basta acreditar em si mesmos.

Lição #3 – Errar é humano, ops… animal!

zootopia_301

Quem nunca errou que tire a primeira pedra. Judy também pisa na bola com o seu amigo Nick, mas teve sabedoria em reconhecer o erro e pedir desculpas. Errar é humano, erramos como amigos, como esposa, como marido, como filhos, como pais.

Augusto Cury fala que “sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência. ”

Inclusive na paternidade erramos muitas vezes e é importante ensinar para nossos filhos que não somos donos da verdade. Ao pedir desculpas e apontar nossos erros, não demonstramos fraqueza, ao contrário, mostramos que somos apenas humanos.

Lição #4 – Oportunidade na adversidade

19941220160328105400

Quem nunca ouviu aquela frase: “enquanto alguns choram, outros vendem lenços”, a vida é bem assim. Enquanto tem pessoas falando da crise, empresas bem posicionadas aumentam seus lucros, ou seja, é possível superar os obstáculos que a vida nos impõe. Assim como para Judy e Nick parecia impossível descobrir como solucionar o caso dos predadores, e no fim, se tornou uma excelente oportunidade para Judy ter um parceiro e para Nick, que superou os traumas e preconceitos.

Lição #5 –  Nunca desistir

alx_filme-zootopia-20160316-07_original

Acredito que essa é a lição mais valiosa e algo para se levar para toda vida. Sonhos são nossa locomotiva, o que nos impulsiona a viver. Sem sonhos apenas existimos! Judy batalhou muito para conquistar seus sonhos, mesmo quando muitos achavam impossível uma coelhinha ser oficial, mesmo quando seu chefe a fez ser guarda de trânsito, ela deu o seu melhor, superou expectativas. E mesmo quando Judy, aparentemente, havia desistido dos seus sonhos, seu cérebro continuava maquinando no caso, se não estivesse tão imersa naquele mundo, não teria feito as conexões necessárias para desvendar o caso.

Para não desistir é preciso acreditar em si mesmo, em seu próprio potencial, porque muitos vão dizer que não devemos continuar. Acreditar no sonho e empenhar ao máximo de esforços para que eles se tornem realidade!

Já dizia Walt Disney: “Todos os seus sonhos podem se tornar realidade se você tiver coragem para persegui-los. ”

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂





Confira também